Acessibilidade Sobre Rodas

19
julho
Publicado por Raquel Paoliello no dia 19 de julho de 2017

Olá pessoal,

Estamos na estação mais fria do ano e julho também é mês de férias certo? Quando vocês viajam, analisam também a acessibilidade do local? Não sei o que vocês acham, mas na minha opinião, deve ser a primeira coisa a ser avaliada. Para mim, se o destino não for acessível, não tem viagem.

cadeirante_campo_dos_sonhosHotel Campos dos Sonhos: cadeira de rodas  adaptada para trilha

Falaremos especificamente de dois assuntos: os hotéis-fazenda adaptados para cadeirantes – infelizmente, ainda são poucos, porém eles existem sim – e a acessibilidade em cidades como Campos do Jordão, Gramado e Canela. Eu já passei por vários “perrengues”, em viagens, justamente por falta de acessibilidade.

 

Recentemente, surgiu o hotel Campo dos Sonhos, localizado na cidade de Socorro, interior de São Paulo, um dos poucos, talvez o único, hotel-fazenda acessível do país. O hotel conta com apartamentos comuns, sem acessibilidade, e também com chalés, que possuem acessibilidade, com quartos bem amplos, banheiros e todas as acomodações que uma pessoa com deficiência necessita. Todas as atividades oferecidas no hotel são devidamente adaptadas e podemos desfrutar com completa segurança.

 

Em Gramado e Canela, duas cidades da Serra Gaúcha muito procuradas no inverno, também existem bons hotéis adaptados. O Villa Bella, localizado bem no centro de Gramado, possui transporte adaptado e dispões de quartos com banheiros adaptados para cadeirantes e outras pessoas com mobilidade reduzida.

 

 

Se vocês quiserem viajar nas próximas férias – ou nestas, porque afinal, ainda dá tempo, já têm duas ótimas dicas de destino. Espero ter ajudado.

Até mais pessoal,

Raquel



Compartilhe

Comente

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*
*


Busca no Blog
Com a palavra...
Raquel Arruda Raquel Arruda
de 23 anos, é cadeirante. Embora sofra de paralisia cerebral congênita, a moça vai logo declarando: "A deficiência nunca foi uma barreira para mim, muito pelo contrário; ando sempre com um sorriso no rosto e uma imensa vontade de viver". Raquel, que é apaixonada por literatura, escrita e música entre outros assuntos, neste blog quer mesmo é privilegiar a discussão sobre a inclusão e a luta pela acessibilidade e contra o preconceito.

Posts mais lidos
Categorias
Arquivo
Realização
Associação Abaporu
Desenvolvimento
MSZ Solutions
Comunicação
Mandarim Comunicação
Patrocínio
Itau

Allianz
Apoio
Ernst & Young
Prêmio
Empreendedor Social
Prêmio Empreendedor Social