Passos e Espaços

09
março
Publicado por Irene Quintáns no dia 09 de março de 2016

Fora do Parque Augusta_Irene Quintans
As crianças querem conhecer sua cidade e o principal problema somos nós, os adultos, nossos medos que impossibilitam avaliar as opções seguras, divertidas e fáceis que as cidades oferecem. As crianças não precisam de nada especializado e projetado para elas, elas podem descobrir os espaços e usar eles à vontade.

 

No post de hoje recuperamos, mais uma vez,  palavras do grande pedagogo Francesco Tonucci:

“A proposta é poder criar um espaço novo que está desaparecendo, entre a casa e a escola: “a cidade”. Um lugar que na atualidade não é usado, porque a criança vai da casa à escola, ou para outras escolas: de dança, de natação, o inglês, para depois voltar a casa para ver a televisão ou ficar no computador. As cidades construídas pelos adultos criam atmosferas que permFoto Robert Doisneauitem viver sem necessidade de ir o exterior! 

Nós podemos considerar ao menino como um “Indicador ambiental”. Um indicador ambiental é o que os ecologistas procuram como índice de saúde ou de bem-estar do entorno. Um exemplo são os vaga-lumes: são considerados indicadores ambientais. Quantas vezes que dizemos “aqui tinha vagalumes e já não vemos mais”, por causa de uma contaminação.

Eu acredito que temos que considerar as crianças  como vaga-lumes. Quando nunca encontramos crianças, caminhando ou brincando nos espaços públicos, na semana ou no fim de semana, significa que a cidade está doente.” 

Meu filho mais velho falou “Criança é para brincar! Criança aprende as coisas brincando”. Sabia que descobrir sua cidade também é uma brincadeira ótima e sustentável? Como podemos ir até ela?

 

CAMINHANDO: com os amigos é melhor!

Collage 2_Irene Quintans

 

DE METRÔ: chãos diferentes, que divertido! Um trem dentro de um túnel!

Collage 3_Irene Quintans

DE ÔNIBUS:  “nossa, que grande! Quero ver tudo desde o alto”

Collage 4_Irene Quintans

DE BICICLETA: Ciao carro! “Quando eu ando de bicicleta eu sinto o vento no cabelo” (depoimento vídeo Rua dos SonhosRed OCARA e Greenpeace)

Collage 7_Irene Quintans

 

DE PATINETE: liberdade!

Collage 5_Irene Quintans e Silvia Ballan

 

DE SKATE: Já pensou?

Collage 6_Irene Quintans e Julia Tarraf

 

O MELHOR: QUANDO OS ADULTOS DÃO LIBERDADE

Collage 8_Irene Quintans

 

BOM, há cidades que até são divertidas. Qualquer semelhança com a realidade não é pura coincidência! Divirtam-se

Collage 9_Irene Quintans_the deBruyns_Viva Leste_unknown

______________________________________________

REFERÊNCIAS

Foto 1_Fora dos muros do Parque Augusta, São Paulo. Foto: Irene Quintáns
Foto 2_Robert Doisneau
Collage 1_Crianças caminhando nas ruas de São Paulo. Fotos: Irene Quintáns

Collage 2_Crianças indo de metrô em São Paulo. Fotos: Irene Quintáns

Collage 3_Crianças indo de ônibus em São Paulo. Fotos: Irene Quintáns

Collage 4_Criancas e adultos indo de bicicleta nas ruas de São Paulo. Fotos: Irene Quintáns

Collage 5_Criancas indo de patinete nas ruas de São Paulo. Foto 1: Irene Quintáns, Foto 2: Silvia Ballan 

Collage 6_Criancas e adultos indo de skate nas ruas de São Paulo. Foto 1: Irene Quintáns, Foto 2 Julia Tarraf

Collage 7_Criancas e adultos se divertindo nas ruas de São Paulo. Fotos: Irene Quintáns

Collage 8_Foto 1: Parklet, São Paulo. Foto: Irene Quintáns / Foto 2: Chão divertido em Berlim. Foto: The deBruyns / Foto 3: Rua Aberta na Zona Leste, São Paulo. Foto: Viva Leste / Foto 4: Kalvebod Brygge waterfront park (JDS Architects and KLAR Architects), Copenhagen, Dinamarca. Foto: inhabitat.com.



Compartilhe

Comente

One Trackback

  1. […] Mobilize preparou uma proposta multimodal para inspirar famílias a curtir a cidade com seus pequenos. […]

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*
*



Busca no Blog
Com a palavra...
Irene Irene Quintáns é arquiteta urbanista com pós-graduação em Estudos Territoriais, Políticas Sociais, Mobilidade, Habitação e Gestão Urbanística. Trabalhou nas Prefeituras de Barcelona e São Paulo (SEHAB, Obra de Urbanização de Paraisópolis). Fundadora e diretora da Rede OCARA (www.redocara.com), rede latino-americana de experiências e projetos sobre cidade, arte, arquitetura, mobilidade urbana e espaço público nos quais participam crianças. Através da Rede amplifica experiências, articula projetos em rede e organiza oficinas e palestras para dinamizar o pensamento crítico infantil e adulto sobre temas urbanos. Afiliada a IPA Brasil, Associação Brasileira pelo Direito de Brincar e à Cultura (ipabrasil.org).
Posts mais lidos
Categorias
Arquivo
Realização
Associação Abaporu
Desenvolvimento
MSZ Solutions
Comunicação
Mandarim Comunicação
Patrocínio
Itau Allianz
Apoio
Ernst & Young
Prêmio
Empreendedor Social
Prêmio Empreendedor Social