SampaPé

18
agosto
Publicado por leticia no dia 18 de agosto de 2015

Estive recentemente em Buenos Aires e como andarilha convicta dediquei muito do meu tempo ao caminhar – com objetivo, sem rumo, com pressa, lentamente, perdida, encontrada, sozinha, acompanhada, tirando fotos, ou seja diversas modalidades – e a partir desta experiência resumi tudo em  7 pontos positivos da cidade que estimulam  e deixam o andar a pé mais agardável(e que nos serve de exemplo) e 7 pontos negativos (lembrando que estas impressões se limitam a área do centro expandido da cidade).

 

7 PONTOS POSITIVOS:

 

1- A cidade é plana

A cidade ser plana não apenas facilita a caminhada sem cansaço para qualquer tipo de pessoa, como faz com que as calçadas, mesmo sendo responsabilidade dos proprietários tenham menos problemas, pois é menos complexa de ser feita.

IMG_7769

 

2 – Fachadas ativas

Embaixo de todos os prédio residenciais há um serviço ou um comércio, os bairros são mistos e isso faz com que muitas coisas estejam a distâncias caminháveis, e mais que isso, deixam os caminhos atraentes, cheio de distrações e informações, ponto fundamental para a caminhabilidade.

E ainda mais eles têm uma flexibilidade incrível nas funções dos comércios, é bem provável quem aquele lugar em que você tomou café pela manhã tranquilamente lendo jornal, pela noite esteja cheio de jovens fazendo happy hour.

IMG_7408

 

3- Esquinas

Todos os lotes da esquina têm angulação de 45 graus, garantindo visibilidade e conforto para quem caminha. Além de ser um charme e super bem aproveitados.

IMG_7789

 

4 – Escala

Junto com a fachada ativa e as esquinas, o tamanho e configuração dos prédios, com portarias que dão direto na rua, sem recuo, edifícios com média de 14 pisos, e outros elementos fazem a cidade na escala do olhar do caminhante.

IMG_7787

 

5- Patrimônio e arquitetura

Diversos prédios e casas, ainda que não sejam museus nem centro culturais, ainda que estejam fechados pela noite, deixam a caminhada muito mais gostosa pela sua beleza. Manter prédios com arquiteturas interessantes e reinventar seus usos é uma das essencias do charme “europeu” de Buenos Aires.

IMG_7757

 

6- Calçadas largas, espaços para anda a pé

As calçadas na cidade em geral têm mais de 3 metros. E no centro da cidade há diversos calçadões e ruas de uso compartilhado.

IMG_7709

 

7 – Tem onde sentar

Em várias esquinas em que estão sendo implementadas melhorias para a travessia e medidas de traffic calming o banco é elemento presente. E além disso a cidade é cheia de pracinhas super utilizadas para fazer paradas contemplativas.

DSC_0940

 

 

7 PONTOS NEGATIVOS:

 

1- Motos estacionam na calçada

Não consegui entender porque mas em toda a cidade as motos estacionam na calçada,  não há nada indicado mas é na normalidade. Ainda que seja na “faixa de serviço” é um absurdo o uso deste espaço com esta finalidade e o pior é que as motos acabam sempre começando e terminando seu trajeto pela calçada, ou seja motorizado e pessoas a pé compartilhando este espaço.

IMG_7788

 

2- A cultura de desrespeito ao pedestre na travessia

Ainda que exista faixa, esteja o sinal verde para você a pé na conversão do automóvel, os carros lá nem pensam em diminuir a velocidade quando te vem atravessando, então esperar nas esquinas até não ter movimento nenhum na pista é prática comum.

DSC_0953

 

4- Medo ao atravessar 

Isso é uma consequência ao comportamento de cima, mas a sensação de medo ao atravessar é tão horrível que é preciso reforçar, pois a cada travessia é preciso estar com todas as atenções voltadas a atividade de cruzar a rua.

IMG_7692

 

 

5- Mesas e outros usos privados na calçada

Todo mundo quer sentar na rua, é uma delícia e dá vitalidade para a rua, ter ruas floridas também é lindo, mas para isso é preciso ampliar espaços de passagem garantindo espaço na calçada para todo mundo, mas isso não acontece por lá.

IMG_7773

 

 

6- Machismo

O machismo e o desrespeito a mulher faz com que a experiência da caminhada gere momentos desagradáveis de sussuros e cantadas, o que desanimam e inibem qualquer um.

IMG_7726

 

 

7- Fiação 

A fiação elétrica para a fora além de atrapalhar esteticamente também gera insegurança.

DSC_0973

 

*Todas as fotos são de minha autoria, favor citar o nome e fonte caso reproduzam.



Tags:, , , , , , , , , , , , , ,

Compartilhe

Comente

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Busca no Blog
Com a palavra...
Leticia Leticia Leda Sabino, 29 anos, é administra-
dora de empresas e idealizadora do SampaPé!. Depois de uma temporada na Cidade do México, percebeu que não só era possível viver sem carro, como somente se deslocando a pé podia experimentar realmente a cidade. Decidiu então partilhar sua descoberta, e criou o projeto de mobilidade urbana com foco no pedestre, para levar as pessoas a refletir sobre modos mais conscientes de locomoção.
Posts mais lidos
Categorias
Arquivo