A grama do vizinho-ideias de fora – SampaPé
SampaPé

04
fevereiro
Publicado por leticia no dia 04 de fevereiro de 2014

A grama do vizinho-ideias de fora é uma nova seção no blog: todo mês publicarei alguma coisa que vi em outras cidades -ou em reportagens sobre outras cidades- que podem ser boas ideias para São Paulo ou qualquer outra concentração urbana.

 

E se não são aplicáveis ou não valham a pena, que pelo menos nos estimule a discutir e pensar soluções!

 

Para inaugurar, a ideia do mês vem de Medellín na Colômbia, e o foco é na ACESSIBILIDADE UNIVERSAL.

 

Agramadovizinho

Chamou muito minha atenção quando me deparei com essa faixa de pedestres com piso tátil para deficientes visuais, porque, de que adianta sinalizar na rampa que a pessoa está chegando na rua, em um cruzamento, mas não continuar sinalizando a rota?

 

Iniciativas como essas “empoderam” as pessoas e garantem o acesso a cidade, e com isso força-se a ter um asfalto de qualidade no local de cruzamento.

 

Me marcou uma vez em um evento da Rede Nossa São Paulo em que um deficiente visual da plateia a pesar de toda a discussão de calçada e o quão inacessíveis são, preferiu simplificar e dizer: “Antes de discutir as calçadas que não são de poder público, podemos melhorar o que está nas mãos do poder público: o asfalto (da faixa de pedestres). Desafio todos vocês ao saírem daqui cruzarem uma rua com os olhos fechados e não caírem ou tropeçarem nas irregularidades do piso.”

 

Acredito que essa solução só funciona de maneira integrada- ou seja calçadas e faixas- e nesse caso por termos a Paulista e a Faria Lima já mais avançadas no tema, com calçadas nos padrões de acessibilidade, poderiam servir de projeto piloto, junto com os sinais de pedestres sonoros também. Ambas iniciativas estão no poder público, nas mãos da CET.

 

O que você acha?

Você acha que essa iniciativa tem impacto na vida das pessoas? Garante independência ou não? É possível implementar em São Paulo?

 



Tags:, , , , , , , , , , ,

Compartilhe

Comente

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*


Busca no Blog
Com a palavra...
Leticia Leticia Leda Sabino, 29 anos, é administra-
dora de empresas e idealizadora do SampaPé!. Depois de uma temporada na Cidade do México, percebeu que não só era possível viver sem carro, como somente se deslocando a pé podia experimentar realmente a cidade. Decidiu então partilhar sua descoberta, e criou o projeto de mobilidade urbana com foco no pedestre, para levar as pessoas a refletir sobre modos mais conscientes de locomoção.
Posts mais lidos
Categorias
Arquivo