Curitiba e o conceito TOD (Transit Oriented Development)

Estudo analisa o sistema de transporte coletivo de Curitiba (BRT, Expressos, inter-bairros, alimentadores...) para aferir se este modelo se aproxima das cidades do mundo que adotam o conceito TOD de desenvolvimento estrutural sustentável.

Mapa da Rede Integrada de Transporte/ RIT e locais

Mapa da Rede Integrada de Transporte/ RIT e locais do estudo

créditos: Reprodução

Autor: Roberto Ghidini*

Assunto: Estudos e Pesquisas

Abrangência: Curitiba

Ano: 2009

O conceito TOD (Transit Oriented Development) pressupõe uma política pública que, utilizando-se de uma rede de infraestrutura básica, prioriza o transporte público em detrimento dos veículos individuais, e ainda determina o uso misto do solo, que permite comércios e serviços vicinais em meio às áreas residenciais. Neste estudo, o autor se coloca a seguinte questão: em Curitiba, o sistema de transporte coletivo de passageiros existente, integrado ao uso

do solo, poderia ser assim considerado - ou seja, como um TOD? Para esclarecer, o estudo faz a análise a partir de uma amostra das estações do sistema (expressos biarticulados, Ligeirinho, inter-bairros, alimentadores...), para verificar como são a concentração das atividades econômicas, os valores imobiliários, e como isso é percebido pela administração municipal. A partir deste levantamento, é feita a avaliação sobre se é possível dizer que Curitiba se aproxima do grupo de cidades no mundo que praticam o TOD.

Adiantando as conclusões, o auotr se soma à opinião de outros pesquisadores que não consideram Curitiba como uma cidade organizada segundo os parâmetros do TOD. Se por um lado, ao longo dos eixos estruturais do transporte há taxas e potenciais construtivos elevados e de uso diversificado, por outro estes mesmos eixos não promovem a mescla de tipologia habitacional associada à densidade maior e diversidade de custos imobiliários e de renda – e tampouco organiza o crescimento regional de maneira compacta e sustentável para a mobilidade. 

*Roberto Ghidini tem artigos publicados em revistas especializadas no Brasil e no exterior. É engenheiro civil (UFPR-1982), com pós-graduação: DEA em Urbanística y Ordenación del Territorio  (DUyOT/ETSAM/UPM – 2007). Trabalhou no DER-PR (1982-1990), foi consultor sobre transportes para Ferroeste (1989-1990), Sanepar (1991-1992), Comec (2003-2004), UPM (2006-2010), onde é co-fundador de NeReAs y CEDEX (2008). É membro da Sociedad Peatonal.

Arquivos
Download
Curitiba e o TOD (Transit Oriented Development)
O conceito TOD pressupõe uma rede de infraestrutura que prioriza o transporte público e o uso misto do solo, e permite comércio e serviços em meio às áreas residenciais. Estudo averígua se este é o caso de Curitiba e seu sistema de transporte

 Voltar

Outros Estudos

Ver todos os estudos

  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário