"Em vez de multas, calçadas e faixas de travessia a cada 100 metros"

Luiz Bottura, especialista em trânsito e mobilidade questiona a resolução que estabelece multas a pedestres

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil  |  Autor: Mobilize Brasil  |  Postado em: 08 de novembro de 2017

Luiz Célio Bottura Engenheiro e Consultor de Trans

Luiz Célio Bottura Engenheiro e Consultor de Transportes

créditos: Reprodução

"A possibilidade de multar pedestres e ciclistas está no Código de Trânsito Brasileiro, mas todas as pessoas de competência e juízo que já passaram pelo Contran sabem que isso é impraticável por aqui, pelo menos por enquanto.

Veja que São Paulo (e as outras cidades são muito piores) não tem nem 10% das faixas de pedestres que deveria ter. A lei diz que o pedestre deve atravessar na faixa de segurança mais próxima a 50 metros, mas nossas vias não têm faixas nem a cem nem a 300 metros.

Outro ponto a considerar é que na maior parte das ruas e avenidas o tempo de travessia dos semáforos de pedestres é muito limitado e como a população está ficando mais velha, na prática essas travessias se tornam impossíveis .

Antes de aplicar a multa, seria necessário que o poder público fizesse sua parte e instalasse toda a infraestrutura de circulação para pedestres. É preciso coerência. Os caras que estão lá no Contran são almofadinhas que nunca colocaram os pés no chão. É mais uma demagogia, para mostrar serviço e que infelizmente pode virar piada."

Leia também:
Multar o pedestre vai mesmo melhorar a segurança no trânsito?
Taiwan irá multar pedestres que andam olhando para o celular
Pedestres e ciclistas poderão ser multados a partir de 2018
Pedestre que atravessa fora da faixa de segurança está sujeito à multa


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?