Viagens curtas de metrô têm desconto na Alemanha

Em Munique, bilhete "short trip" (viagem curta) sai por ? 1,40 (R$ 5,60). Berlim tem esquema similar

Notícias
 

Fonte: Folha de S. Paulo  |  Autor: Rafael Balago  |  Postado em: 19 de março de 2018

Metrô de Munique, na Alemanha

Metrô de Munique, na Alemanha

créditos: Rafael Balago/Folhapress

Em Munique, na Alemanha, quem pega o metrô para andar até duas estações paga menos. Em vez da tarifa cheia, de € 2,90 (cerca de R$ 11,70), há um bilhete “short trip” (viagem curta), por € 1,40 (R$ 5,60).

 

O modelo permite ao passageiro seguir por duas estações de trem ou de metrô e pegar um ônibus para rodar mais duas paradas. Se usar apenas ônibus, pode-se percorrer até cinco pontos.

 

Estes translados precisam ser feitos em até uma hora, e no mesmo sentido. Ou seja: não da pra ir e voltar pagando só uma vez.

 

Berlim tem um modelo similar: por € 1,70 (R$ 6,90), viaja-se por três estações de metrô (U-Bahn) ou de trem de superfície (S-Bahn) ou por seis paradas de ônibus ou de bonde. O tíquete normal sai por € 2,80 (R$ 11,35).

 

Mas como saber quanto cada pessoa circulou? Na Alemanha, não há catracas para entrar e sair do transporte. Cada passageiro valida seu bilhete de papel ao entrar, carimbando-o numa máquina que grava a estação e a hora de entrada.

 

O sistema é baseado na confiança e na checagem aleatória. Guardas circulam à paisana e podem pedir o comprovante a qualquer momento. Quem estiver sem bilhete é fichado e multado em € 60 (R$ 243).

 

Tarifa Madrugador em SP

Em São Paulo, a passagem normal baixa de R$ 4 a R$ 3,50 para quem embarca antes das 6h15 no metrô e das 5h35 na CPTM. Chama-se Tarifa do Madrugador.

 

Na linha 5-Lilás do metrô, esse desconto também vale das 9h às 10h. É a Tarifa da Hora. As duas iniciativas tentam espalhar o uso ao longo da manhã para amenizar o fluxo no horário de pico.

 

O custo menor para trechos curtos pode atrair paulistanos que vão a pé. Segundo a última pesquisa Origem e Destino, de 2012, são quase 14 milhões de viagens diárias feitas assim. Cada uma dura em média 15 minutos.

 

Leia também:
Frente Parlamentar defende subsídios para baratear tarifa dos ônibus
SP tem menor número de viagens de ônibus em 10 anos
Alemanha propõe transporte gratuito para combater poluição
Prefeituras não precisam aumentar tarifas de ônibus todos os anos


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?