Linha Verde em Vitória volta a funcionar nesta terça-feira (10)

Pela faixa exclusiva poderão circular ônibus, vans e táxis, além de veículos que estiverem transportando três ou mais pessoas (carona solidária)

Notícias
 

Fonte: Prefeitura de Vitória/ Mobilize  |  Autor: Matheus Thebaldi  |  Postado em: 10 de abril de 2018

Linha Verde na Dante Michelini volta a funcionar h

Linha Verde na Dante Michelini volta a funcionar hoje (10)

créditos: Carlos Antolini

Após ficar suspensa por vinte dias, a Linha Verde volta a funcionar em Vitória (ES) a partir desta terça-feira (10). Ao longo da faixa exclusiva da Avenida Dante Michelini (sentido Jardim Camburi) será permitido circular ônibus, vans e táxis, além de carros de transporte público para pessoas com deficiência. Também veículos que estiverem transportando três ou mais pessoas (carona solidária) poderão utilizar a Linha Verde.

 

A faixa vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 6h às 20h, e aos sábados, das 6h às 14h. Aos domingos, a via será liberada a todos os veículos.

 

O secretário de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória, Tyago Hoffman, explicou que o projeto está em fase de testes e terá adaptações e ajustes de acordo com as necessidades que surgirem.

 

A fiscalização da Linha Verde será feita por 16 câmeras de monitoramento. No entanto, de acordo com o secretário, a intenção não é punir. "Queremos implantar um projeto que servirá à coletividade e que, gradativamente, todos se sensibilizem. Vamos trabalhar a orientação, tirar dúvidas, esclarecer, enfim, mostrar que o ganho coletivo é sempre maior que o individual", declarou Hoffman.

 

A Prefeitura também vai receber as contribuições dos moradores. Para isso, após uma reunião entre gestores da administração municipal com lideranças comunitárias de Vitória, foi criado um grupo de acompanhamento da Linha Verde. "Dentro de 15 a 20 dias, faremos um novo encontro para debater sugestões e opiniões dos representantes das associações de moradores", destacou o secretário. 

 

Polêmica

A Linha Verde da Avenida Dante Michelini começou a funcionar no dia 12 de março, mas a Justiça suspendeu o uso no dia 21 do mesmo mês. A Justiça atendeu a uma ação de uma moradora de Jardim Camburi, bairro de Vitória. Na decisão, o juiz alega que a prefeitura não cumpriu com a legislação e não contou com a participação popular na alteração do projeto de mobilidade urbana.

 

Por sua vez, a prefeitura entrou na Justiça pedindo a suspensão da liminar, alegando que a Linha Verde foi um assunto amplamente debatido com a população. No dia 28 de março, a Justiça cassou a liminar que suspendia a faixa exclusiva.

 

Suporte ao tráfego

Juntamente com a Linha Verde, foi criada pela Prefeitura uma linha especial de ônibus para atender aos passageiros que usam o transporte coletivo municipal no trajeto entre a Enseada do Suá e o bairro Jardim Camburi. O coletivo recebeu o número 295, tem ar-condicionado e passagem a R$ 5. A prefeitura avalia a implantação de um ônibus convencional para fazer o mesmo itinerário.

 

Outra alteração após a implantação da Linha Verde foi o ajuste no tempo dos semáforos. Nos três primeiros sinais após a Ponte de Camburi (sentido Jardim Camburi) foi feita uma ampliação de seis segundos, com o objetivo de dar mais fluidez ao trânsito.

 

Também um painel eletrônico com mensagens em tempo real foi instalado na altura da praça dos Namorados, na avenida Saturnino de Brito. O equipamento indica aos motoristas o momento de mudar de faixa, para que a manobra não seja feita com antecedência demais e provoque congestionamentos.

 

Leia também:
Governo do ES processa empresas que implantariam BRT
Em Vitória (ES), audiência pública discute bicicletas e ciclovias
Novo corredor de ônibus em Curitiba começa a operar no fim de março
Em Porto Alegre, paradas de ônibus terão informações em braile
Prefeitura se comprometeu a não cortar linhas de ônibus em SP



  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?