O direito de ir e vir

18
outubro
Publicado por admin no dia 18 de outubro de 2011

Garantir a acessibilidade das calçadas é, sem dúvida, uma das principais bandeiras do meu trabalho. Quando garantimos a livre circulação dos cidadãos – tenham ou não alguma deficiência ou mobilidade reduzida – estamos cumprindo uma determinação da nossa Constituição: a de garantir a todos os brasileiros o direito de ir e vir. Falar de calçadas é percorrer, quase literalmente, por outros direitos, como o da autonomia, da dignidade e do respeito. E quando todas estas frentes são contempladas, somos agraciados pelo maior de todos os direitos: o da liberdade.

 

Contudo, infelizmente, o cidadão paulistano não dispõe de liberdade para circular de maneira segura pelas calçadas – salvo algumas regiões, como a Avenida Paulista, reformada em 2007. Hoje, uma das grandes pedras no caminho é a falta de fiscalização e de cumprimento da legislação – área na qual venho lutando por melhorias desde a época em que criei a Lei do Plano Emergencial das Calçadas (PEC).

 

Além do trabalho no Legislativo, sublinho a importância do assunto com a maior de todas as armas: a informação. Publiquei duas cartilhas que tratam do assunto e podem ser baixadas gratuitamente em meu portal, além de ter criado, com apoio do Secretário Andrea Matarazzo, o cargo da Guardiã da Paulista – que a partir desta semana ganhará novas funções e passará a responder por outras calçadas da nossa cidade.

 

Uma vez por semana, os ‘Guardiões das Calçadas’ farão vistorias em pontos estratégicos, registrando a situação das vias e comunicando os órgãos competentes. O resultado deste trabalho será disponibilizado no site www.maragabrilli.com.br/guardioesdascalcadas, onde qualquer pessoa poderá denunciar a situação das calçadas de sua região. A ideia é despertar a consciência coletiva, fazendo com que outros moradores tornem-se “guardiões”.

 

A preservação das calçadas é um dever de todos. Convido você a ser um guardião do que é nosso.

 

 



Compartilhe

Comente

2 Comentários

Enviado 28 de outubro de 2011 às 22:53 | Permalink

Gostaria de participa, pois levei um tombo na calçada,fraturei o pé direito estou usando moletas ne cadeira de roda sou carioca, da zona norte, e quero te informação, sobre o que tenho que faze para se um cidadão ativo.
Obrigada.

Enviado 6 de novembro de 2011 às 18:01 | Permalink

Com projetos assim, o Brasil muda. O Brasil vai para frente. As grandes Capitias estão a frente. Ainda não chegou em Vitória pelo menos…

Emmanuel M. Favre-Nicolin, Blog Vitória Sustentável, http://vitoria-sustentavel.blogspot.com

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*

Realização
Associação Abaporu
Desenvolvimento
MSZ Solutions
Comunicação
Mandarim Comunicação
Patrocínio
Itau Allianz
Apoio
Ernst & Young
Prêmio
Empreendedor Social
Prêmio Empreendedor Social