SP sem carro: um manual de sobrevivência

Em livro, Raí, Maria Adelaide Amaral, Milton Jung, Rita Lobo e outros famosos falam sobre a vida a pé na capital

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil  |  Autor: Regina Rocha / Mobilize Brasil  |  Postado em: 06 de julho de 2012

Como viver em São Paulo sem carro

Lançamento: bikes na festa chique

créditos: Marcos de Sousa (via celular)


Idealizado pelo empresário Alexandre Lafer Frankel, a publicação reúne entrevistas com 12 cidadãos paulistanos que decidiram abandonar seus carros e circular a pé, de táxi, de metrô ou bicicleta pelas ruas de São Paulo. 

 

Frankel, ele mesmo um crítico ao uso irracional do carro, é presidente da Incorporadora Vitacon, cujo site traz em sua home a mensagem "Reinvente a Cidade, Respeite o Ciclista", entre dezenas de informações sobre lançamentos imobiliários nas zonas sul e oeste da capital.

 

Os textos são de Leão Serva, que entrevistou Mathews Shirts (jornalista), Vanessa Bárbara (escritora), Rita Lobo (chef e escritora), Tadeu Jungle (videomaker), Sérgio Kalil (empresário), Gilberto Dimenstein (jornalista), Jana Rosa (apresentadora da MTV), Raí (ex-jogador de futebol), Cândido Malta Filho (urbanista), Pedro José de Carvalho (músico) e Milton Jung (apresentador e jornalista).

Capa

Capa da publicação

créditos: Reprodução

Pedestre convicta
"Sou pedestre convicta há anos, mas não gosto de circuitos monótonos", comenta no livro a renomada dramaturga Maria Adelaide Amaral, autora de novelas de sucesso como A Próxima Vítima e Anjo Mau. A chef Rita Lobo também dá seu depoimento, aumenta o coro e aponta uma solução paralela: "Procurei conciliar trabalho, casa, escola dos filhos tudo no mesmo bairro". O jornalista Milton Jung vive na região do Morumbi e admite que ainda depende do carro. "Mas, agora, a bicicleta faz parte da minha vida e isso permitiu que eu aproveitasse melhor a cidade e meu bairro", diz Jung.

 

O ex jogador Raí lembra que passou um ano estudando em Londres, onde só andava de bicicleta. "Quando voltei a São Paulo, decidi fazer um teste, viver um ano sem carro para ver como me sentia. Percebi que a vida assim é melhor e desde então não guiei mais. Ando de bicicleta, metrô e táxi, dependendo do trajeto", explica Raí.

 

Ficha técnica

Como viver em São Paulo sem carro

81 páginas 

Preço: R$ 27 

Editora: Neotropica 

www.editoraneotropica.com.br


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?