Motorista que fechar bicicletas será multado em SP

CET vai enquadrar motorista no artigo 169 do Código de Trânsito, que prevê multa e três pontos na carteira

Notícias
 

Fonte: O Estado de S.Paulo  |  Autor: Artur Rodrigues  |  Postado em: 05 de abril de 2012

Ciclistas protestam na Av. Pirajussara na terça (3

Ciclistas protestam na Av Pirajussara na terça (3)

créditos: Lucas Lima/UOL

A Prefeitura de São Paulo vai passar a multar motoristas que ameaçarem a segurança de ciclistas no trânsito a partir de maio. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vai enquadrá-los no artigo 169 do Código de Trânsito, que prevê infração leve (R$ 53,20) e três pontos na carteira.

 

A CET treinará agentes para identificar as condutas perigosas dos motoristas. O artigo 169 prevê multa para quem "dirigir sem atenção ou sem os cuidados indispensáveis à segurança". Entre as ações que serão punidas com multas, estão dirigir muito perto dos ciclistas e dar fechadas em quem trafega com as bicicletas. O compromisso foi assumido em 29 de março, pelo Secretário Municipal de Transportes, Marcelo Cardinale Branco, em uma reunião com cicloativistas.

 

Acidentes

 

Na manhã da última terça-feira, 3, o pedreiro Lauro Jesus Neri, de 49 anos, morreu ao ser atropelado enquanto andava de bicicleta na Avenida Pirajuçara, na zona oeste da capital.A carteira de habilitação do motorista do carro estava vencida desde 2010.

 

Após o acidente, ativistas dos direitos dos ciclistas fizeram um protesto. Uma "ghost bike" (bicicleta branca que simboliza a morte de um ciclista) foi instalada no local do acidente.

 

No dia 2 de março, a bióloga Juliana Vaz foi atropelada enquanto trafegava de bicicleta na Avenida Paulista. O inquérito sobre a morte da ciclista apontou que o motorista do ônibus que a atingiu discutiu com Juliana antes do acidente, mas que ele não teve intenção de matá-la. Santos foi indiciado por homicídio culposo (sem intenção). O caso está sendo avaliado pelo Ministério Público Estadual e será apresentado à Justiça.

 

No ano passado, 49 ciclistas morreram nas ruas da capital, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde - em 2005, foram 93 mortes.

 

Leia também:

 

Sérgio Avelleda, presidente do Metrô de São Paulo, deixa o cargo 

Programa Escolas de Bicicleta formará jovens ciclistas urbanos em São Paulo 

São Paulo: CPTM diminuirá tempo entre trens para 3 minutos 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Carlos - 13 de Maio de 2013 às 19:12 Positivo 2 Negativo 0

Já passou na hora de motoristas zé bundescos como esse p. de guido respeitarem o próximo.

Danilo Pimenta - 10 de Maio de 2013 às 01:00 Positivo 0 Negativo 9

Todo esse auê por causa de meia dúzia de bicicletas atropeladas, por favelados que na maior parte dos casos, nem tem carteira de habilitação. Quem se fode? Você, cidadão de bem, que paga seu IPVA e cumpre as normas de trânsito.

César - 09 de Maio de 2013 às 15:01 Positivo 4 Negativo 1

Guido, sobre "dono da rua", é tipico de que se acha dono da rua. Ciclistas são parte da rua e têm todo o direito de trafegar como um veiculo qualquer, com direitos e deveres, inclusive. Isso vcs não aprenderam na auto-escola, se é que tiveram.

César - 09 de Maio de 2013 às 14:58 Positivo 2 Negativo 0

Guido, claro que tem muitos ciclistas infratores por ai, mas convenhamos que o automóvel é uma ameaça muito maior do que a bicicleta, pelo tamanho e pela força (em cavalos).

Fábio - 30 de Julho de 2012 às 14:25 Positivo 4 Negativo 0

Já estava na hora, estou cansado de ser ameaçado de morte por carros enquanto transito amigavelmente com minha bicicleta. Dúvida: essas infrações só serão punidas quando em flagrante, ou temos como fazer denúncias dessas infrações (com vídeo, etc)?

Páginas:
12

Clique aqui e deixe seu comentário