Uso de máscara será obrigatório em São Paulo

Item de proteção deverá ser utilizado em todo o transporte público, diz secretário estadual de Transportes. Não há data para a obrigatoriedade entrar em vigor

Notícias
 

Fonte: O Estado de S. Paulo  |  Autor: O Estado de S. Paulo  |  Postado em: 28 de abril de 2020

Usuários do metrô, trens e ônibus terão de usar má

Usuários do metrô, trens e ônibus terão de usar máscara

créditos: Rovena Rosa/ Agência Brasil

O secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, informou nesta segunda-feira (27) pelo Twitter que será obrigatório o uso de máscaras no transporte público do estado de São Paulo. A medida ainda não tem data para entrar em vigor. Antes, ele prometeu distribuir o item de prevenção por sete dias nos trens, metrôs e ônibus.

 

“Estamos buscando a viabilidade para entregar máscaras a todos os passageiros do sistema do transporte público do governo de São Paulo, por sete dias, sendo que, após este período, o acesso somente será permitido por pessoas utilizando máscaras. Os que já puderem, usem máscara”, escreveu.

 

Na semana passada, o governo estadual publicou um decreto em que recomenda o uso do item de proteção. A assessoria de imprensa da Secretaria disse que ainda não tem o número de máscaras que serão distribuídas. 

 

“Estamos buscando formas e procedimentos de higienização dos trens, no metrô e CPTM mais eficientes. Assim como cobrando a limpeza nos ônibus da EMTU. Como também repondo materiais de higiene nos banheiros das operações e a constante limpeza. Os que puderem, nos ajudem a fiscalizar”, disse Baldy.

 

Antes da pandemia, cerca de 10 milhões de pessoas circulavam diariamente por metrô, trens e ônibus no estado de São Paulo. Houve uma queda de 70% a 80% nesses meios de transporte por causa do novo coronavírus, estima a Secretaria.

 

O estado de São Paulo registrou ontem 1.825 mortes pela covid-19, 125 a mais do que no domingo. Houve também a confirmação de 21.696 pessoas infectadas. Segundo o governo, a doença se dispersa para o interior, litoral e Grande São Paulo, que já respondem por um a cada três óbitos e casos no estado.

 

Capital paulista

Desde o dia 16 de abril há uma recomendação (Decreto nº 59.360) da Prefeitura de São Paulo - mas não a obrigatoriedade - do uso das máscaras de proteção pela população nos ônibus municipais. 

 

Outras cidades na luta contra a covid-19

A exemplo do que já vem ocorrendo em outros países, no Brasil há alguns estados, várias cidades, capitais e regiões metropolitanas que também começam a exigir o uso da máscara no transporte público, como mostra este levantamento feito pelo Mobilize:

 

É o caso do Paraná, onde essa imposição foi aprovada ontem (27) pelos deputados na Assembleia Legislativa. No Distrito Federal, já nesta quinta-feira (30) o equipamento passa a ser obrigatório no metrô, por tempo indeterminado.

 

Na Bahia, o governador anunciou que o acesso ao metrô a partir de segunda (4) só poderá ser feito se o usuário estiver utilizando o item de proteção, e como reforço de segurança, haverá câmeras para medição da temperatura em três estações; quem estiver febril - indício da infecção - não entrará no transporte. 

 

Também na segunda (4), a capital do Tocantins, Palmas, e Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, passam a impor o uso do item nos ônibus pelos passageiros. Em Porto Alegre, medida assim já vigora desde a semana passada, e agora a prefeitura avisou que os motoristas não deverão mais parar para passageiros sem a proteção.   



  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário