MP pode adiar prazo para proibir táxi em corredor de ônibus de SP

Promotor condiciona adiamento do início da restrição, previsto para 2 de fevereiro, à comprovação, pelos taxistas, de estudo sobre impactos da medida

Notícias
 

Fonte: O Estado de S. Paulo  |  Autor: Caio do Valle  |  Postado em: 24 de janeiro de 2014

Corredor de ônibus da Av. Rebouças

Corredor de ônibus da Av. Rebouças

créditos: Epitácio Pessoa/Estadão Conteúdo

 

O promotor de Habitação e Urbanismo Maurício Ribeiro Lopes afirmou nesta sexta-feira, 24, que adiará o prazo dado à Prefeitura de São Paulo para proibir os táxis nos corredores de ônibus caso a categoria dos taxistas apresente até a próxima quinta-feira, 30, a comprovação de que contratou uma empresa para realizar estudos técnicos que questionem os levantamentos feitos pela Secretaria Municipal dos Transportes sobre o assunto. Se os taxistas entregarem até esse dia uma cópia do contrato, o Ministério Público Estadual suspende a data para os táxis saírem dos corredores (2 de fevereiro), anunciada em dezembro.

 

O documento elaborado pelos sindicatos dos taxistas, contudo, terá que ser entregue até 28 de fevereiro. Neste dia, o MP cotejará os dados da Prefeitura com os dos taxistas para decidir se continuará recomendando a proibição dos táxis nas vias exclusivas dos ônibus.

 

A Prefeitura fez dois estudos a pedido da Promotoria para avaliar o impacto desses veículos nos corredores. Ambos revelam que os táxis atrapalham o desempenho dos coletivos e que a velocidade dos ônibus pode ser em média 25% maior caso haja a proibição. Em dezembro, depois de receber os estudos, o MP deu 45 dias para a Prefeitura vetar os táxis nos corredores. Se isso não fosse obedecido, a Promotoria entraria com ums ação civil pública contra a administração municipal.

 

Leia também:

SP: Ônibus são até 25% mais rápidos em corredores sem táxi, diz estudo

Prefeitura avalia proposta de faixa exclusiva para táxi em São Paulo

Táxis, trânsito e subsídios


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário