Custo de mobilidade urbana para a Copa sobe R$ 1,6 bilhão em balanço

Altas movimentações financeiras em São Paulo e Cuiabá contribuem para valor, que não incluiria nem um terço do geral. Dilma: R$ 30 bi em seu mandato

Notícias
 

 |  Autor: GLOBOESPORTE.COM  |  Postado em: 17 de outubro de 2011

Obra do metrô de Salvador

Obra do metrô de Salvador

créditos: Secom/BA

Doe 2009 para cá, a previsão de gasto do governo em mobilidade urbana para a Copa do Mundo 2014 já foi reajustado em R$ 1,6 bilhão, segundo balanço publicado pelo ministério do Esporte. O aumento do valor, que só inclui infraestrutura de transporte, como avenidas, pontes, linhas e corredores de ônibus e trens, se dá por atrasos nas obras e revisões de projetos. Antes, estimava-se cerca de R$ 11,9 bilhões, agora já são R$ 13,5 bilhões. O que, considerando estádios, portos e aeroportos, não representaria nem um terço do geral.


Das 12 cidades-sede, sete já sabem que vão aumentar o orçamento. Apenas Belo Horizonte reduziu: de R$ 1,47 bilhão para R$ 1,39 bilhão. Outras quatro - Brasília, Curitiba, Salvador e Natal - não mexeram no planejamento financeiro. São Paulo é o local onde, em tese, haverá mais investimentos (R$ 3,108 bilhões), ainda que apenas a construção de um longo monotrilho esteja previsto - e este, a princípio, não chegue ao estádio de Itaquera, que receberá os jogos do Mundial. Por má formação de projetos, Cuiabá sofre com aumentos constantes também.


A presidente Dilma Rousseff fala em R$ 30 bilhões de imvestimentos no setor até o fim de seu mandato, em dezembro de 2014, integrando os sistemas de transporte, estendendo o metrô para cidades-sede, tudo para evitar que o trânsito se complique ainda mais pelo Brasil.


Quando o assunto são as arenas, houve crescimento de aproximadamente R$ 471 milhões na conta: de R$ 6,176 milhões para R$ 6,647 milhões, de acordo com levantamento de meados de setembro. A expectativa é de novos reajustes. Há preocupação com a sequência de greves.

 

 

Mais notícias sobre as obras de Mobilidade para a Copa do Mundo de 2014:

Torcedor de Belo Horizonte verá Copa e obras do metrô

Projeto de Lei para mobilidade urbana é assinado em Pernambuco

Governo do Mato Grosso recebe autorização para implantar o VLT

BRT faz Pernambuco ser exceção; obras começaram antes do previsto


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?