MPF abre edital para projetos de acessibilidade em espaços públicos

Órgão públicos e entidades sem fins lucrativos podem ser beneficiadas com valores oriundos de acordos judiciais e extrajudiciais

Notícias
 

Fonte: Mobilize/ MPF  |  Autor: Mobilize Brasil  |  Postado em: 04 de março de 2020

Edital do MPF visa a acessibilidade em espaços púb

Edital do MPF visa a acessibilidade em espaços públicos

créditos: Thatiana Murillo/ Mobilize

O Ministério Público Federal (MPF) abriu edital sobre projetos de acessibilidade destinados à inclusão de pessoas com necessidades especiais e idosos, em espaços abertos ao público. Os projetos serão vinculados a órgãos públicos e entidades sem fins lucrativos para figurarem como beneficiárias de valores oriundos de acordos judiciais e extrajudiciais.

 

A destinação dos bens ficará a cargo do procurador da unidade, respeitando o princípio da isonomia. O edital estabelece ainda que a entidade que receber os bens deverá manter um canal de prestação de contas com o MPF sobre o recebimento e os projetos desenvolvidos.

 

Os projetos deverão englobar reformas de espaços ou calçadas; construção de rampas de acesso; aquisição, instalação e/ou manutenção de elevadores; plataformas ou outros equipamentos destinados à promoção de acessibilidade, como corrimão, pisos táteis, totens de localização para deficientes visuais; aquisição e reforma de cadeiras de rodas e outros equipamentos para pessoas com comprovada necessidade financeira. Sempre de acordo com os princípios constitucionais resguardados pelo Ministério Público Federal.

 

Os representantes das organizações que tenham interesse em participar deverão realizar o cadastro e enviar a ficha de inscrição no anexo 1 presente no edital para o e-mail: [email protected].

 

Confira aqui o edital.

 

Leia também:
A incrível história do cadeirante entregador do Uber Eats
Ministério Público denuncia problemas de acessibilidade na rodoviária do DF
Acessibilidade e inclusão nas cidades não devem ser apenas promessas de campanha
Prefeito que fizer plano diretor sem acessibilidade cometerá improbidade
Avança proposta que inclui mobilidade e acessibilidade nos direitos fundamentais
Calçadas do Brasil 2019 na Rádio Senado


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário