Impactos da mobilidade urbana no comércio de varejo

Estudo do Ibope para o SPC e Confederação de Dirigentes Lojistas indica que consumidores fogem de locais com más condições de trânsito e sem transporte público

Hábitos e percepções dos consumidores sobre a mobi

Capa do relatório da pesquisa

créditos: Reprodução

Autor: Ibope/SPC/CNDL

Assunto: Estudos e Pesquisas

Abrangência: Brasil

Ano: 2017

Pesquisa realizada no início de 2018 pelo Ibope a pedido da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) ouviu 1.500 pessoas em todo o país e confirmou a relação direta entre mobilidade urbana e acesso ao comércio. Em outras palavras, os consumidores evitam fazer compras em locais sem transporte público de qualidade e com trânsito difícil, sem espaços para estacionamento.

O estudo "Impactos da mobilidade urbana no comércio de varejo" mostrou que a maioria da população dá preferência ao comércio de rua e opta por fazer compras em locais próximos aos locais de moradia ou trabalho. A pesquisa também indicou a preferência dos consumidores por centros de compras bem servidos de transportes públicos.

Arquivos
Download
Impactos da mobilidade urbana no varejo
Pesquisa realizada pelo Ibope a pedido da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) confirmou a relação direta entre mobilidade urbana e hábitos de consumo dos brasileiros

 Voltar

Outros Estudos

Ver todos os estudos

  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário