Mobilidade recebe menos de 10% do governo federal

A rubrica "Mobilidade Urbana e Trânsito", do Ministério das Cidades, desembolsou apenas R$ 271 milhões, menos de 10% do total de R$ 2,8 bi autorizados em 2012

Notícias
 

Fonte: Jornal da Manhã  |  Autor: Da redação  |  Postado em: 21 de janeiro de 2013

Proposta é promover a articulação das políticas de

Programa federal visa a articular políticas de transporte

créditos: Thiago Terada

 

Em 2013 o Brasil sediará o primeiro dos megaeventos esportivos que irão ocorrer até 2016: a Copa das Confederações. Com o campeonato, o país deve receber dentro de poucos meses milhares de turistas de todo o mundo.

 

Apesar da proximidade do evento, o principal programa do governo federal relacionado à mobilidade urbana, um dos gargalos do país para a realização eventos, praticamente não evoluiu em 2012. A rubrica “Mobilidade Urbana e Trânsito”, do Ministério das Cidades, desembolsou apenas R$ 271 milhões, incluídos os restos a pagar, menos de 10% do total de R$ 2,8 bilhões autorizados para o ano passado no Orçamento Geral da União.

 

O baixo valor empenhado também chama atenção. Do total previsto, menos da metade (46,4%), o correspondente a R$ 1,3 bilhão foram reservados em orçamento para uso posterior.

 

Leia também:

Plano de mobilidade para acesso à Arena da Amazônia é apresentado 

Obras da Copa: Sem investimento no metrô, BH aposta em ônibus e táxi 

Preparação para a Copa de 2014 inclui mais ciclovias em Salvador 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Pedro Mielli Monteiro Junior - 21 de Janeiro de 2013 às 11:56 Positivo 1 Negativo 0

Não tenho dúvida que será um caos os eventos da Copa da Conderações e a Copa do Mundo. Falta vontade política e gestores qualificados para gerenciar o trânsito e a mobilidade urbana. O governo brasileiro por décadas agiu com descaso com o setor.

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.