Metrô descarta privatizar todo o sistema em SP

Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, novos projetos serão acelerados utilizando Linha 6 - Laranja como exemplo

Notícias
 

Fonte: Jovem Pan  |  Autor: Da redação  |  Postado em: 11 de novembro de 2013

Túnel da estação Adolfo Pinheiro da Linha 5 - Lilá

Túnel da estação Adolfo Pinheiro da Linha 5 - Lilás

créditos: Divulgação

 

Mesmo com novas linhas sendo operadas pela iniciativa privada, Metrô de São Paulo descarta privatização de todo o sistema. A Linha 4 Amarela foi a primeira dentro do novo modelo, mas a construção do ramal foi de responsabilidade do Estado.

 

Os novos projetos devem ser realizados em Parceria Pública Privada, a exemplo da Linha 6 Laranja, que oficializou seus vencedores na semana passada. Pela primeira vez, o setor privado ficará responsável por todo o processo: construção, compra dos trens, sinalização e operação do ramal.

 

O governo mantém a administração das atuais Linhas: 1 Azul, 2 Verde, 3 Vermelho e 5 Lilás, bem como a construção de estações nesses ramais. Em entrevista, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmou que a Linha 6 agora será o modelo.


A linha 6 Laranja terá 13 quilômetros e 15 estações, na ligação da Vila Brasilândia, na zona Norte, até a São Joaquim, no centro da capital. A PPP envolve R$ 8,9 bilhões e o Estado entrará com a metade desse valor, mais R$ 700 milhões em desapropriações.

 

Além de acelerar a expansão do Metrô, sem a burocracia estatal, o modelo privado desonera o Estado de mais contratações de servidores públicos. O secretário de Planejamento, Julio Semeguini, pretende lançar brevemente a PPP da Linha Linha 18 Bronze, ligação de São Paulo com o ABC.

 

Outros projetos em análise são os trens regionais de passageiros, na ligação de São Paulo com Campinas, Sorocaba, Santos e São José dos Campos. O governo do Estado acredita que o adiamento do Trem Bala federal poderá direcionar os investimentos privados justamente nesses projetos. 

 

Leia também:

Metrô de SP anuncia consórcio para construção da linha 6-laranja

Governador de São Paulo não dá certeza se Metrô e CPTM vão aderir ao bilhete único mensal

Consórcio Move São Paulo é único consórcio que entregou proposta para metrô

 

 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário