Governo paulista volta a anunciar o lendário trem intercidades

Trem Intercidades seria um "puxadinho expresso" da linha atual da CPTM, sugere o governador Márcio França em visita a Campinas (SP)

Notícias
 

Fonte: ACidadeON Campinas  |  Autor: ACidadeON Campinas  |  Postado em: 05 de setembro de 2018

Trem Intercidades em Campinas

Composição da CPTM, possível alternativa ao Intercidades

créditos: Divulgação CPTM

Para entregar em menos tempo e de forma mais barata um transporte ferroviário entre Campinas e São Paulo, o governador de São Paulo, Márcio França, anunciou ontem (4) que o projeto do desejado Trem Intercidades (TIC) será inicialmente um "puxadinho" entre Campinas e Jundiaí, como uma extensão da linha já existente da CPTM.  França, que está em campanha eleitoral para o governo do Estado de São Paulo, fez uma viagem experimental nesta terça, mostrando a malha ferroviária e como serão os trens deste novo projeto. 

O modelo apresentado usou vagões da Rumo, uma das empresas interessadas no projeto do TIC, que será executado como Parceria Público-Privada.  A previsão de entrega não foi definida, mas o governador acredita que até o final do ano a linha já esteja eletrificada. "Talvez este ano complete a eletrificação (da malha). Até o final do ano, devemos fazer a primeira viagem entre Campinas e Jundiaí", disse ele à imprensa durante visita a Campinas. 

Quatro viagens por dia
A ideia é que este novo trajeto leve 1h30 entre Campinas e São Paulo, usando os trens da própria CPTM. No trecho entre Jundiaí e São Paulo, a viagem leva cerca de 1 hora, pois há várias paradas em cidades da Região Metropolitana de São Paulo, como Caieiras e Franco da Rocha.  Para diminuir esse tempo, o governador sugere a redução das paradas, pelo menos em quatro viagens por dia, como um trem expresso.

"Seriam quatro viagens de Campinas por dia. Uma bem de manhãzinha, uma na hora do almoço, uma à tarde e outra à noite", explicou.  Hoje, a passagem da CPTM de Jundiaí a São Paulo custa R$ 4. O governador não soube antecipar qual será o valor da tarifa até Campinas, mas disse que será menor que o custo de ir pra São Paulo de carro, que inclui o preço do pedágio (cerca de R$ 30).


Proposta de 2013 para os trens intercidades de São Paulo


Na proposta original do TIC, os trens seriam mais confortáveis, com wi-fi, para que os passageiros possam ir trabalhando durante a viagem. Mas, na última semana, o governador Márcio França já havia dito que o projeto não seria "uma novidade absoluta" para a população. Segundo ele, o trem da CPTM pode chegar à velocidade de 90 km/h, mas lembrou que com as paradas atuais a velocidade média é de 45 km/h. Hoje, a linha existente é utilizada para carga apenas uma vez por dia. No projeto do "puxadinho expresso" de Campinas, a previsão é que cerca de 30 mil passageiros façam a viagem diariamente. 

 

Leia também:
Trem de passageiros entre capital e interior volta aos planos (2018)
Governo paulista promete retomar projeto do trem entre cidades (2017)
Estado define licitações de trem Campinas-SP-Santos (2014)
Trem regional terá passagens a R$ 18 entre São José e SP (2013)
Edital do trem SP-Campinas sai no 1º semestre de 2014


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário