São Paulo terá ciclovias também nas pontes e viadutos

Prefeitura de São Paulo anuncia obras de adequação de ao menos 12 pontes da cidade que devem receber estrutura para o trânsito de bicicleta

Notícias
 

Fonte: UOL e G1  |  Autor: Du Dias/ Mobilize  |  Postado em: 07 de outubro de 2014

Ciclista na difícil travessia da ponte da Vila Gui

Ciclista na difícil travessia da ponte da Vila Guilherme-SP

créditos: Marcos de Sousa / Mobilize

 

Após a criação da campanha Adote uma Ponte, promovida pela Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo (Ciclocidade), a prefeitura de São Paulo divulgou nesta semana projeto de adequação (veja a apresentação) para o tráfego de bicicletas em 12 pontes e viaduto, sobre os rios Tietê e o Pinheiros.

 

As quatro primeiras pontes a receberem ciclovias serão o viaduto Domingos Franciulli Netto (Penha) e as pontes Presidente Jânio Quadros (Vila Maria), Júlio de Mesquita Neto (Pompeia) e Vitorino Goulart da Silva (Interlagos).

 

O anúncio feito pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), e pelo secretário municipal dos transportes, Jilmar Tatto, prevê custo de R$ 6 milhões e a conclusão das obras até o final de 2015. Tatto informou que quatro pontes já devem ter a ciclovia concluída ainda neste ano. “A nossa estratégia de implantação é quando tem já conexão dos dois lados da ponte. Onde já tem, e está faltando só a travessia, é o que nós vamos priorizar. Mas posso dizer que pelo menos umas três, quatro, ainda vai ter esse ano”, afirmou. Ele disse ainda que a Ponte da Casa Verde deve ter sua obra concluída em outubro.

 

As implantações vão contemplar desde a simples pintura e obras de pequeno porte em alguns casos até obras civis mais complexas, como tratamento de calçadas e construção de canteiro central em outros. Em algumas das pontes, a velocidade máxima permitida para os veículos sofrerá redução para 50 km/h, segundo a prefeitura para dar mais segurança ao ciclista.

 

“A redução da velocidade máxima em geral aumenta a velocidade média. As pessoas acham que vão demorar mais tempo para chegar, o que não é verdade”, comentou o prefeito. “Velocidade máxima elevada não significa velocidade média elevada. Aliás, em geral, significa o contrário disso. Você ganha eficiência e segurança simultaneamente”.

 

E as ciclovias continuam avançando

São Paulo ganhou nesta semana mais 3,2 km de ciclovias, nas zonas leste e sul. Com isso a capital já conta  com 145,9 km de vias para bicicletas e deve chegar aos 400 km até final de 2015.  A Cidade Dutra, bairro da zona sul, ganhou  1,6 km de ciclovia ligando o Largo de São José ao Parque da Represa de Guarapiranga. A zona leste ganhou nesta semana seu terceiro trecho de ciclovia com 1,6 km na rua Assis Ribeiro.

 

Leia também:

Pontes de SP terão passagens para ciclistas e pedestres

Faixa na Ponte Estaiada pede espaço para ciclistas e pedestres 

Sabe aquela ponte difícil de cruzar a pé ou de bike? 

 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.