Viena vai premiar usuário de transporte público com ingressos culturais

Ideia é desestimular uso do carro e combater o aquecimento global. App é acessível também a ciclistas e pedestres, na troca de pontos por bilhetes de museu, teatro e show

Notícias
 

Fonte: DW  |  Autor: DW  |  Postado em: 28 de janeiro de 2020

Duas semanas sem carro valerá em média 1 ingresso

Duas semanas sem carro valerá em média 1 ingresso grátis

créditos: tozik/ pixabay

A cidade de Viena (Áustria) apresentou nesta segunda-feira (27) um aplicativo que permite aos seus habitantes obter ingressos gratuitos para shows e museus se optarem por usar o transporte público, a bicicleta ou andar a pé. 

 

O modelo pretende incentivar cidadãos a deixar de usar o carro e, desta maneira, contribuir para reduzir as emissões que causam o aquecimento global.

 

O aplicativo possui um sistema de rastreamento que reconhece o modo de transporte utilizado, e calcula as emissões de CO2 economizadas durante o percurso em comparação com o uso do carro.

 

A cada 20 kg de dióxido de carbono economizado, o usuário recebe uma ficha de cultura, que pode ser trocada por ingressos em museus, teatros e salas de concerto.

 

"Queremos recompensar a redução de CO2 com experiência cultural", afirmou Peter Hanke, encarregado de assuntos digitais da prefeitura de Viena.

 

De acordo com a responsável pelo projeto, Christina Hubin, a economia de 20 kg de CO2 pode ser alcançada por residentes que deixam de usar o carro para ir trabalhar por duas semanas. Para cada ficha, é possível retirar um ingresso gratuito em uma das quatro instituições culturais da cidade que participam da iniciativa por enquanto.

 

Fase de testes

O projeto iniciará uma fase de testes em 26 de fevereiro, na qual mil usuários serão selecionados para participar. Se a iniciativa se mostrar eficaz, o aplicativo será disponibilizado para todos os habitantes da capital austríaca.

 

Viena oferece aos seus 1,8 milhão de habitantes um transporte público de qualidade - Trem (S-Bahn), metrô (U-Bahn), ônibus e bondes elétricos (VLT) -, além de uma rede de bicicletas compartilhadas. Para usar o transporte coletivo, quem opta por uma tarifa anual vai desembolsar 1 euro ao dia (equivalente a R$ 4,62). Atualmente, a cidade possui mais assinantes da tarifa anual do transporte público do que carros registrados.

 

Ciclistas e pedestres também poderão ganhar ingressos grátis para teatro, shows e museus. Foto: TripAdvisor

 

Leia também:
Cidades da Europa vão testar aplicativo para estimular circulação a pé
Cidade italiana vai pagar moradores para andar de bicicleta
Vá a pé, de bike ou ônibus e ganhe sorvete e cerveja grátis em Bolonha
Holanda vai pagar para quem trocar carro por bicicleta


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.