AMC desenvolve ação de respeito à faixa de pedestre em Fortaleza

A Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC) realizou, na manhã de ontem, a última atividade em comemoração à Semana Nacional de Trânsito

Notícias
 

 |  Autor: O Globo.com  |  Postado em: 26 de setembro de 2011

A personagem Faixita entregou panfletos

A personagem Faixita entregou panfletos

créditos: Francisco Viana

A ação aconteceu entre as avenidas Desembargador Moreira e Beira- Mar, tendo como público-alvo os pedestres.


Na oportunidade, foram distribuídos panfletos informativos e realizadas abordagens educativas por meio de ações teatrais com a personagem "Faixita", criada pela Divisão de Educação da AMC.


De acordo com a Chefe de Divisão de Educação da AMC, Giovana Brandão, o objetivo da campanha foi conscientizar sobre a importância da utilização da faixa de pedestre. "O trabalho é voltado ao pedestre, no respeito que o motorista tem de ter com o cidadão que está na rua", afirmou. Ainda conforme Giovana Brandão, o padrão de abordagem ainda não é o definitivo, pois a organização da campanha ainda está em processo de elaboração.


Quem aprovou a iniciativa foi a dona de casa Maria Rute de Carvalho, 49 anos, que todas as manhãs frequenta o calçadão da Beira-Mar para caminhar. "Gostei da ideia da Prefeitura, pois, aqui em Fortaleza, os motoristas não respeitam a gente, e campanhas do tipo vão com certeza sensibilizá-los", conta.


Outro que ficou satisfeito com a campanha foi o comerciante Amaury da Costa Feitosa, 52 anos, que informou que já foi vítima do desrespeito de alguns condutores irresponsáveis. "Foi no Centro da Cidade. Eu ia atravessar uma rua e um motociclista me atropelou, e nem prestar o socorro ele teve a coragem de fazer. É uma pena, e tomara que os condutores fiquem mais educados após ver a campanha", falou, esperançoso.


Acidentes em Fortaleza


Segundo dados da própria AMC, foram registrados 25.903 acidentes de trânsito em Fortaleza em 2010. Desse total, 15.619 envolveram apenas vítimas ilesas, 9.933 tiveram pelo menos uma vítima ferida, sem mortes, e 351 acidentes com ao menos uma pessoa morta.


Também no mesmo ano, foram registradas no Siate, serviço que passou a funcionar vinculado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), 53.305 vítimas, sendo 365 mortas, 12.115 feridas e 40.825ilesas. Segundo a pesquisa, houve um aumento de 0,4% na quantidade de vítimas feridas registradas no Siate em 2010 com relação ao ano anterior. Levando-se em consideração os condutores, houve crescimento de 16%. Por outro lado, as vítimas pedestres e ciclistas apresentaram redução de 13%.


Observando a distribuição das vítimas mortas por categoria em 2010, os pedestres aparecem em primeiro lugar com 43%, em seguida, o motociclista, com 28,9%, o ciclista, 10,7%, passageiro, 8,5%, condutor, 7,4%, e outros, 1,4%.


Neste Dia Nacional do Trânsito, os organizadores também iniciaram a Década Mundial de Ação pela Segurança no Trânsito, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU).


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.