Sábado (22) é o Dia sem Carro. Aproveite, caminhe, pedale!

Semana da Mobilidade e Dia Mundial sem Carro reiteram o desafio: como tirar a Política Nacional de Mobilidade Urbana do papel e levá-la às ruas do país? Leia o editorial

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil  |  Autor: Marcos de Sousa/ Mobilize Brasil  |  Postado em: 21 de setembro de 2018

Rua Aberta em Oslo, na Noruega

Rua Aberta em Oslo, na Noruega

créditos: Ulf Bodin Flickr CC

Estamos em plena Semana da Mobilidade Urbana. Milhares de pessoas em todo o país participam de centenas de atividades organizadas por governos, entidades da sociedade civil, universidades e escolas de educação básica. Há cursos, ações de rua, blitzes educativas, palestras, oficinas e muitas reportagens em jornais, rádio e tevê sobre o tema da mobilidade urbana.

Temos também uma legislação, a Política Nacional de Mobilidade Urbana, que encoraja prefeitos e governadores a mudar toda a abordagem nos investimentos para o transporte nas cidades. Não custa relembrar: prioridade total aos modos ativos  - pedestres, cadeirantes e ciclistas  - e aos sistemas de transportes coletivos, que devem ser acessíveis, confortáveis, seguros e de baixo impacto ambiental.

Apesar disso, poucos prefeitos e governadores conseguiram entender que a melhoria nas condições de mobilidade pode trazer preciosos ganhos para a população e também para as economias regionais. Além da melhoria do trânsito em si, pode-se poupar em saúde, em segurança, nas condições ambientais do ar e da água, no consumo de energia e, a longo prazo, nos investimentos de infraestrutura viária. Menos asfalto, portanto.

Afinal, pintar uma faixa exclusiva de ônibus é bem mais barato do que construir um viaduto ou abrir uma nova avenida. E fazer novas calçadas, pintar faixas de pedestres, ou implantar ciclovias são medidas simples, que qualquer prefeitura pode adotar, até mesmo com o apoio de empresas locais. O comércio de rua se dinamiza, a cidade ganha mais vida, as pessoas podem voltar a ocupar suas praças e jardins públicos. 

A propósito, este sábado (22) coincide com o Dia Mundial sem Carro. Aproveite a folga, saia para caminhar, experimente uma bicicleta, use o transporte público. Se chover, vista uma boa capa, pegue um guarda-chuva, respire fundo e ponha o pé na rua. Estamos apenas começando...


Leia também:

O Barbeiro e a Mobilidade
Paulistano leva praticamente duas horas para se deslocar na cidade
Ciclovia Musical percorre ruas da zona leste de SP neste sábado (22)
Curitiba inaugura neste sábado (22) mural sobre mobilidade urbana

 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.