Google lança serviço de táxi sem motorista nos EUA

Serviço Waymo One, ainda não aberto ao público, permite ao usuário solicitar um carro autônomo num raio de até 160 km da cidade de Phoenix, no Arizona

Notícias
 

Fonte: Diário do Transporte  |  Autor: Alexandre Pelegi*  |  Postado em: 10 de dezembro de 2018

Waymo One, projeto de táxi autônomo da Google

Waymo One, projeto de táxi autônomo da Google

créditos: Divulgação

A Waymo, antigo projeto da Google, agora propriedade da empresa-mãe Alphabet, está lançando um serviço comercial de “robô-táxi” na região de Phoenix, capital e cidade mais populosa do estado norte-americano do Arizona.

 

O passageiro poderá solicitar um carro autônomo para levá-lo a um destino qualquer, exatamente como ocorre hoje com os sistemas de táxi, ou os aplicativos de transporte de passageiros, como 99, Lyft e Uber.

 

No entanto, o projeto, chamado de Waymo One, um marco para a empresa e a crescente indústria de tecnologia autônoma, está sendo lançado com ressalvas: tanto o serviço de carro autônomo, como o aplicativo que o acompanha, não estarão disponíveis para o público em geral.

 

A empresa diz que terá motoristas de teste treinados ao volante, apesar de já ter veículos sem condutores rodando em estradas públicas em Phoenix. Esses motoristas realizarão intervenções apenas em situações de emergência.

 

Os primeiros convidados a usar o sistema Waymo One serão os moradores de Phoenix, que fazem parte do programa de “primeiros pilotos” criado pela empresa, projetado para dar a um grupo restrito de pessoas a capacidade de usar o aplicativo que possibilita solicitar um veículo autônomo à distância.

 

O programa, lançado em abril de 2017, contou com mais de 400 participantes, segundo informações da última vez que a empresa compartilhou dados sobre o programa.

 

A intenção da Waymo é convidar alguns desses “pilotos” para integrar o serviço do Waymo One. A empresa continuará a operar o programa inicialmente como teste, uma forma de obter informações contínuas de um grupo seleto, de acordo com o CEO John Krafcik.

 

O programa

Apesar dessas limitações, o Waymo One é um progresso para o segmento, e sinaliza o crescimento da empresa para um serviço mais amplo, aberto ao público.

 

Apesar do programa estar restrito inicialmente aos “primeiros pilotos”, os usuários do Waymo One poderão compartilhar publicamente suas impressões sobre o serviço. Ele também abre a possibilidade para o público, porque os usuários do Waymo One poderão trazer um amigo ou membro da família que não fazia parte do programa de “primeiros pilotos”.

 

O serviço estará disponível em uma área definida da Grande Phoenix, 24 horas por dia, 7 dias por semana, começando nas cidades de Chandler, Tempe, Mesa e Gilbert, informou a empresa. Aos poucos, ele será expandido para novos bairros e subúrbios na área metropolitana de Phoenix.

 

Com base em fatores como tempo e a distância até o destino, os passageiros poderão ver as estimativas de preço antes de aceitar a viagem. Os pilotos também poderão fazer perguntas por meio do aplicativo ou de um console no carro que lhes dê acesso instantâneo a um funcionário do Waymo.

 

Assista (em inglês) ao vídeo demonstrativo do Waymo One:

 

 

Leia também: 
Em breve, Google Station Views
Reino Unido pode ter trens movidos a hidrogênio na próxima década
Projeto de ônibus escolar autônomo é desativado por governo dos EUA
Túnel de alta velocidade de Elon Musk será aberto dia 10 nos EUA
Rodas quadradas? O carro autônomo mais esquisito que você já viu

 

*Com informações do site Tech Crunch


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.