Teresina terá em breve um observatório da mobilidade

Termo de cooperação firmado ontem (3) entre Prefeitura e Agência Francesa de Desenvolvimento apoia projetos sustentáveis no transporte com financiamento de 500 mil euros

Notícias
 

Fonte: Prefeitura de Teresina  |  Autor: Portal da Prefeitura de Teresina  |  Postado em: 04 de abril de 2019

Teresina terá plataforma de dados para o transport

Teresina terá plataforma de dados para o transporte público

créditos: Reprodução

Teresina terá, em breve, um Observatório da Mobilidade, dotado de tecnologia para melhorar a operação do transporte público na cidade e oferecer mais facilidades para os usuários. Dados abertos para consulta da população fornecerão informações em tempo real sobre horários, percursos, performance e atendimento do transporte.

 

O projeto é parte de uma parceria firmada entre a Prefeitura de Teresina e a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Ontem (3) pela manhã foi assinado um Termo de Cooperação de longo prazo, que consolida essa parceria entre a França e a Prefeitura de Teresina nas questões de desenvolvimento sustentável. A AFD, que direciona financiamentos especialmente para a sustentabilidade, apoia projetos hoje em mais de 100 países. 

 

Entre os termos de cooperação assinados, está o Observatório da Mobilidade, para o qual será destinado um aporte financeiro de 500 mil euros. A parceria une várias ações e possibilitará a Teresina superar os problemas de mobilidade do transporte público.

 

Assinatura do termo de cooperação com a AFD, nesta quarta-feira (3), em Teresina. Foto: Rômulo Piauilino/PMT

 

Segundo Philippe Balduin, diretor-geral adjunto da AFD, “a intenção da Agência é trabalhar o mais perto possível dos cidadãos, junto com os atores privados e os atores públicos”, declarou .

 

Observatório 

O Observatório da Mobilidade é o projeto da AFD em estágio mais avançado em Teresina - está em fase de finalização do termo de referência para que seja licitada sua execução. 

 

A iniciativa prevê o armazenamento dos dados do transporte público, como rotas, relatórios de viagens e outros, em uma plataforma que ficará disponível para a população, tornando a gestão mais transparente e também mais eficaz.

 

Para Gabriela Uchôa, coordenadora da Agenda Teresina 2030, “esse observatório vem para melhorar a operação do transporte público". "Queremos ser referência na parte tecnológica e de inovação para melhorar a gestão da operação dos ônibus. A longo prazo, queremos evitar a evasão do transporte público para outros modais de transporte privado e, com isso, ter uma mobilidade mais sustentável, com a redução da emissão de gases do efeito estufa”, explica.

 

Leia também:
"Calçadas de Teresina (PI) são dos carros, não dos pedestres"
Prefeitura de Teresina deve mais de R$ 6 milhões a empresas de ônibus
Movimento #OcupeFreiSerafim reage a obras do BRT em Teresina
Teresina recebe o terceiro Veículo Leve Sobre Trilhos


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.