"Há dinheiro para melhorar infraestrutura a patinetes e bicicletas em SP"

Coordenador da Rede Nossa São Paulo afirma que R$ 200 milhões do Fundurb, destinados à mobilidade cicloviária, estão parados nas mãos da prefeitura

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil  |  Autor: Regina Rocha/ Mobilize  |  Postado em: 22 de maio de 2019

Patinete circula em ciclovia com problemas de cons

Patinete circula em ciclovia com problemas de conservação

créditos: Tales Maurício/CBN


Com debates acalorados, foi realizada na noite de ontem (21) em São Paulo a audiência pública da Câmara Municipal sobre o decreto publicado há cerca de uma semana que criou regras para o uso dos patinetes elétricos na capital. Participaram do encontro, entre outros, ativistas, vereadores, membros do governo e empresários que atuam no serviço de patinetes e bicicletas compartilhados. 

 

Nesta manhã, o coordenador da Rede Nossa Paulo, Américo Sampaio, em seu comentário pela Rádio CBN, fez um balanço da reunião. Além de informar que a prefeitura deve manter o decreto provisório, Sampaio bateu firme em um ponto: o dinheiro "parado" do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb), que está disponível, e poderia melhorar as condições para usuários de patinetes, bicicletas e pedestres na capital. 

 

"Nem todos sabem, mas a prefeitura tem em mãos 600 milhões de reais que deveriam estar sendo aplicados na mobilidade urbana, sendo que, desse total, 200 milhões se destinam a melhorar a infraestrutura cicloviária da cidade", afirmou. 

 

Em seguida, Sampaio criticou a falta de preparo e o tom de improviso do governo diante da chegada da nova tecnologia: "Em dois pontos o poder público falhou, e agora vai mal... Porque todos sabem que a tecnologia é mais rápida que a dinâmica da cidade, não só aqui, mas no mundo; é o caso dos aplicativos tipo Uber e também dos patinetes elétricos... Portanto, a prefeitura deveria ter previsto e se preparado para melhorar, de um lado, a infraestrutura para esse uso, e de outro já garantido uma regulação que atendesse às novas tecnologias para patinetes e bicicletas", avaliou. 

 

Multa

Outro ponto polêmico do decreto, discutido durante a audiência, foi a multa prevista para quem utilizar o patinete sobre o passeio público. Que o patinete não pode ocupar esse espaço voltado especialmente a idosos, crianças, pessoas com deficiência e pedestres em geral, isso foi consenso nas discussões, lembrou o representante da Nossa São Paulo. 

 

Mas, nesse caso, os empresários presentes ao debate defenderam outras medidas como solução, em vez da multa, como por exemplo usar o próprio aplicativo para identificar o infrator. O sistema faria o monitoramento e, ao detectar a pessoa que violou a regra, impediria esse usuário de fazer novos acessos aos patinetes.

 

Para Américo Sampaio, o mais importante mesmo, mais do que discutir multa e uso de capacete, é ampliar essa discussão, tirando o foco do patinete para dar mais atenção à mobilidade ativa.

 

Audiência pública, no Sindicato dos Engenheiros, São Paulo Foto: Cidade a Pé

 

Há muitas questões a serem resolvidas, diz ele, como a adoção novamente de uma política de acalmamento do trânsito e redução de velocidades dos carros; prosseguir na ampliação das ciclovias; desenvolver campanhas que cuidem da segurança do ciclista, patinetistas, pedestres... E, ainda, ampliar o  compartilhamento de bikes e patinetes a outras regiões da cidade para além do centro expandido; criar conexões desses sistemas com terminais do transporte; e principalmente priorizar o pedstre, destaca. 

 

"Ator mais frágil na mobilidade urbana, o pedestre precisa ser o coração desse debate. Devemos defender que todas as medidas partam sempre dele, de suas necessidades", conclui. 

 

Leia também:
São Paulo pretende proibir patinetes elétricos nas calçadas
Prefeitura de SP divulga regras para uso de patinetes elétricos
Peru proíbe circulação de patinetes elétricos nas calçadas
Trânsito de SP já causa perdas de R$ 50 bi por ano




  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.