Brasilia Para Pessoas

11
julho
Publicado por Brasília no dia 11 de julho de 2017

No dia 5 de julho o Brasília para Pessoas encaminhou ao Governo do Distrito Federal o resultado da campanha Calçada #Cilada 2017. Neste ano foram registradas 251 reclamações de cidadãos de todo o DF.

 

 ???????????????????????????????  DSC09015_17-04-2017_AsaSul_SRTVS_Calcada_Carros_edit

Ciladas denunciadas na campanha deste ano (ao lado do Conic e no Setor de Rádio e TV Sul).

 

A campanha nacional é promovida pela Corrida Amiga no mês de abril em várias cidades com o apoio e a participação ativa do Brasília para Pessoas e de diversas entidades espalhadas pelo país. Qualquer cidadão pode fazer denúncia das armadilhas no caminho e publicar a foto com a respectiva localização por meio do aplicativo Colab.

 

Em razão de no DF a competência sobre mobilidade e acessibilidade estar distribuída em mais de um órgão, o resultado da campanha foi encaminhado por e-mail aos seguintes órgãos públicos: Secretaria de Mobilidade, Secretaria de Gestão do Território e Habitação, Detran-DF, Novacap, Secretaria de Infraestrutura e Obras e Agefis.

 

Carta enviada por e-mail aos seis órgãos do GDF:

Carta_GDF_Calcada Cilada_2017

 

Foram enviados em anexo no e-mail para os órgãos: relatório com os resultados da campanha, planilha de fiscalizações, registro fotográfico das ciladas e clipping de reportagens (clique para acessar os anexos).

 

Neste ano, muitas das calçadas com crateras registradas no ano passado continuavam do mesmo jeito, abandonadas.

???????????????????????????????

2016

???????????????????????????????

2017

Crianças reprovam o estado da calçada na W3 Norte (709N). Um ano depois, a cratera continua.

 

???????????????????????????????

2016

???????????????????????????????

2017

No Setor Hoteleiro Norte, a cratera denunciada em 2016 ficou ainda maior após um ano.

 

Outras ações foram realizadas no mês da campanha, que coincide com o aniversário de Brasília (21 de abril). Além da segunda edição do Salto de Crateras (leia relato sobre a ação), o Super-Ando, super-herói dos pedestres, pousou por aqui no aniversário da cidade e deu uma grande ajuda aos pedestres que precisavam fazer a travessia entre o parque da cidade e a torre de TV (assista ao vídeo).

 

Esperamos que o GDF se sensibilize com o estado lamentável das calçadas, com os inúmeros bloqueios e com a ausência de calçadas e pontos de travessia. Além da insegurança revelada pelo número de mortes de pedestres (em 2016, 133 pedestres foram mortos nas vias do DF), as crateras e os bloqueios no caminho dificultam ou mesmo impedem a caminhada.

 

SAIBA MAIS:

 

- Imobilidade na área central de Brasília (VÍDEO):

Imobilidade_Asa Sul_inicio_print

 

- Crianças aplicam multa cidadã em carros sobre calçada (VÍDEO):

IMG_8789_31-01-2014_AsaSul_SRTVS_Calcada_Carros_Invasao_MultaCidada_edit3

 

- Pedestres no DF (álbum com centenas de fotos revela as condições para caminhar):

Album_Pedestres DF_Maio-2017_Slide_Fotos



Compartilhe

Comente

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*
*


Busca no Blog
Com a palavra...
Irene Ana Paula Borba
Arquiteta e Urbanista. Mestre e Doutora em Transportes (UnB e UL - Lisboa). Professora do UniCEUB (Centro Universitário de Brasília). Pesquisadora Colaboradora do Instituto Superior Técnico (IST - Lisboa). Pesquisadora Responsável pelo Grupo de Pesquisa PES Urbanos (Pesquisa em Espaços Sociais Urbanos) vinculado ao CNPq. A paixão por andar a pé existe desde sempre, mas se ampliou na academia (após a leitura de muitos teóricos como Jane Jacobs e Jan Gehl - seus maiores inspiradores) e após a finalização da tese de doutorado (em que estudou em profundidade o pedestre), decidiu aliar a teoria à prática. Tornou-se, coorganizadora do Jane's Walk em Brasília e colaboradora do Mobilize. E hoje é conhecida como Paulinha Pedestre.

Irene Uirá Lourenço
Servidor público e ambientalista. Usa bicicleta no dia a dia há 15 anos e, por opção, não tem carro. A família toda pedala, caminha e usa transporte coletivo. Tem como paixão e hobby a análise da mobilidade urbana, com foco nos modos saudáveis e coletivos de transporte. Com duas câmeras e o olhar sempre atento, registra a mobilidade em Brasília e nas cidades por onde passa. O acervo de imagens (fotos e vídeos), os artigos e estudos produzidos são divulgados e compartilhados com gestores públicos e técnicos, na busca de escapar do modelo rodoviarista atrasado e consolidar o modelo humano e saudável de cidade. Atualmente é voluntário do Bike Anjo, colaborador do Mobilize e coorganizador do Jane’s Walk em Brasília.
Posts mais lidos
Categorias
Arquivo
Realização
Associação Abaporu
Desenvolvimento
MSZ Solutions
Comunicação
Mandarim Comunicação
Patrocínio
Itau

Allianz
Apoio
Ernst & Young
Prêmio
Empreendedor Social
Prêmio Empreendedor Social