Relações público-privadas no Metrô de São Paulo

Esta pesquisa propõe uma análise dos principais responsáveis pelo financiamento das linhas do metrô de São Paulo. A autora, a partir de um levantamento histórico, desde a fundação do metrô até os dias de hoje, revela quais fontes, público e privadas, investiram nesse tipo de iniciativa. E busca entender de que forma esses financiadores influenciaram a construção do transporte paulista.

Gráfico do avanço da rede metropolitana de SP, em

Gráfico do avanço da rede metropolitana de SP, em km por ano

créditos: Elaboração com base em relatórios do Metrô SP

Autor: Daniela Costanzo de Assis Pereira

Assunto: Teses e TCCs

Abrangência: São Paulo

Ano: 2017

Como se deu o processo de implementação das linhas de metrô em São Paulo e da Companhia do Metropolitano de São Paulo, desde sua formação, nos anos 1960, até os dias atuais? Esta pesquisa buscou quem foram os principais atores, dos setores público ou privado, que participaram das decisões sobre esta política pública. 

Para tanto, foram analisados os processos de tomada de decisão e de implementação das Linhas 1 Azul, 3 Vermelha, 2 Verde e 4 Amarela. Com os achados da pesquisa é possível argumentar que o Metrô de São Paulo, constituído como uma empresa pública capacitada, passou por um rebaixamento do seu corpo técnico e de suas capacidades estatais, que deram espaço ao interesse de atores privados dentro da companhia, acarretando em prejuízo para a empresa pública e em atraso de obras. 

Sobre a autora

Daniela Costanzo de Assis Pereira é mestre em ciência política pela Universidade de São Paulo (2017) e possui graduação e licenciatura em ciências sociais pela mesma universidade (2013). Atuou como pesquisadora no Centro de Política e Economia do Setor Público - FGV/SP (2012-2013), e como estagiária de pesquisa no Metrô de São Paulo (2010-2012), local no qual também atuou como pesquisadora freelancer (2016-2017). Atualmente é pesquisadora do Núcleo de Desenvolvimento do CEBRAP (desde junho de 2015).

Arquivos
Download
Relações público-privadas no metrô de São Paulo
Como foi a implementação das linhas de metrô em SP, desde a formação nos anos 1960, até os dias atuais? Pesquisa busca saber quem foram os principais atores dos setores público ou privado que participaram das decisões sobre esta política pública.

 Voltar

Outros Estudos

Ver todos os estudos

  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário