Bilhete único de Londres tem 'cheque especial' e recarrega sozinho

Entre as vantagens do cartão do transporte na capital inglesa estão direito a mais uma viagem se o bilhete acaba, recarga automática e uso de cartões bancários e celular

Notícias
 

Fonte: Folha de S. Paulo  |  Autor: Rafael Balago  |  Postado em: 17 de maio de 2018

Os famosos ônibus vermelhos de Londres

Os famosos ônibus vermelhos de Londres

créditos: Rafael Balago/ Folhapress

 

Se o saldo do bilhete único acaba, o passageiro do transporte público londrino não fica na mão. Neste caso, o cartão de pagamento Oyster dá direito a mais uma viagem, a ser descontada do valor da próxima recarga. Funciona como um cheque especial, mas sem juros.

 

O Oyster pode ser usado para custear as viagens de ônibus, trens e metrô e tem outras vantagens, como uma recarga automática: sempre que o saldo fica abaixo de 10 libras (cerca de R$ 50), o sistema repõe o valor com mais 20 ou 40 libras, via débito em conta ou do cartão de crédito.

 

Em Londres, pode-se escolher entre pagar por cada viagem ou comprar um vale para circular quantas vezes quiser ao longo de um dia ou de uma semana. No entanto, se o usuário gastar mais com viagens simples do que com um passe temporal, o sistema aplica o desconto e muda a cobrança para o menor valor.

 

 Celular também pode ser usado para pagar ônibus e no metrô. Foto: Divulgação

 

O transporte público da cidade também aceita pagamento com cartões bancários com a tecnologia contactless. O passageiro pode cadastrar este cartão no site e acompanhar, em detalhes, seus gastos com as viagens.

 

Encostar o celular no validador também é uma opção. São aceitos sistemas como Apple Pay, Google Pay e Samsung Pay. Só o uso de dinheiro que fica de fora: foi banido dos ônibus em 2014.

 

Leia também:
O Contraste entre os meios de transporte do Brasil e da Europa
Proposta quer transformar Londres em rede de ruas para pedestres
Como os londrinos se locomovem
Má qualidade do transporte público aumenta preferência por carro

 

 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.