Prefeitura de SP disponibilizará 4,6 mil bicicletas para alunos de CEUs

Em breve, alunos dos 45 Centros Educacionais Unificados (CEUs), em São Paulo, terão um meio de transporte alternativo para se locomoverem até a escola

Notícias
 

 |  Autor: CicloVivo  |  Postado em: 20 de dezembro de 2011

O projeto bike-escolar

O projeto bike-escolar

créditos: Cycling City York

Em breve, alunos dos 45 Centros Educacionais Unificados (CEUs), em São Paulo, terão um meio de transporte alternativo para se locomoverem até a escola. Isso porque a Prefeitura da cidade lançará o projeto de deslocamento escolar urbano por bicicleta.

 

O projeto bike-escolar ainda pretende contratar monitores para acompanhar os alunos e garantir a seguranças das crianças. Ao todo serão 4,6 mil bicicletas para alunos entre dez e 14 anos e que estudam entre o 6.º e o 9.º ano do ensino fundamental.

 

De acordo com o secretário municipal de Educação, Alexandre Schneider, o projeto será dividido em quatro fases e será aproveitado para ensinar diversas questões. “Queremos que não seja apenas um projeto de transporte, mas de educação”, afirma. A iniciativa também pretende envolver os órgãos de trânsito. “A ideia é termos uma mistura de aprendizagem sobre trânsito, meio ambiente e trabalho em grupo”, completa. 

 

O coordenador-geral do programa, Daniel Guth, afirma que apesar do projeto ser inovador no Brasil, em outros locais ele já conhecido há bastante tempo. “Isso é algo que já acontece em países como a Dinamarca desde a década de 1940”, diz.

 

As bicicletas serão emprestadas somente aos alunos que quiserem e tiverem a autorização, por escrito, de seus pais. Apesar de não ser obrigatório seu uso, provavelmente, o projeto fará sucesso e ainda terá o apoio dos CEUs. Cada unidade será coordenada com os órgãos de trânsito e os alunos terão aulas para aprender a maneira correta de pedalar pelas ruas. Mesmo com as orientações prévias, os alunos serão acompanhados pelos monitores.

 

Schneider afirma que o valor total do projeto, incluindo mão de obra e materiais, ficará em torno de R$ 2 milhões ao ano. Ele afirma que o programa será deixado da melhor forma possível para a próxima gestão, que poderá ampliá-lo.


Com informações do Jornal da Tarde.


Leia também:

Uso de bicicleta é grande no Brasil, apesar de pouco incentivo

Pedale uma bicicleta de bambu e ajude a mudar vidas na África

Sorocaba: Urbes promete bicicletas públicas para abril

Bicicleta de plástico reciclado produzida no Brasil


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?