Acessibilidade Sobre Rodas

19
outubro
Publicado por Raquel Paoliello no dia 19 de outubro de 2018

Urnas eletrônicas se dizem acessíveis, mas na verdade não são!

Olá pessoal,

Estamos em tempos de Eleições, no meio de um verdadeiro fogo cruzado, mas a dúvida que fica é: há acessibilidade nos locais de votação para as pessoas com deficiência? A resposta é bem clara: não. O nosso post mensal, será sobre acessibilidade até os locais de votação.

Todos os cidadãos tem o dever de votar e uma grande parte da população possui algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida e a maioria dos colégios possuem escadas, o que dificulta a chegada nas urnas.

No meu caso, o colégio onde voto, Colégio Anhembi Morumbi,  fica bem localizado. Dá pra chegar lá de ônibus tranquilamente e eu farei isso no segundo turno.

Optar por um modal diferente vale a pena, só por deixar o carro em casa e colocar a mobilidade em prática. Pra ir até o colégio, tenho que pegar um ônibus só  e caminhar cerca de 10 minutos até o colégio, o que é ótimo, porque quanto mais caminhamos, melhor é. Afinal, caminhar polui menos a cidade e nós fazemos exercícios.

A minha seção é uma seção térrea, então não enfrento problemas pra chegar lá, mas a cabine de votação não tem espaço então a cadeira não encaixa, o que me obriga ficar de lado pra votar, isso me incomoda.  Eu preferiria votar de frente para a urna, como toda a população. Isso inclusive até facilitaria meu voto.

Para finalizar , todos nós devemos ter direitos iguais sempre, então porque dificultar o voto das pessoas com mobilidade reduzida e /ou cadeirantes durante  as Eleições????????!!!!!!!! Está mais do que na hora de lutar por isso na prática, porém sem violência, sem discussão e acima de qualquer coisa: com muito respeito!!!!!!!!!!!



Compartilhe

Comente

Seu e-mail nunca é exibido. Campos obrigatórios são marcados *

*
*
*


Busca no Blog
Com a palavra...
Raquel Arruda Raquel Arruda
de 23 anos, é cadeirante. Embora sofra de paralisia cerebral congênita, a moça vai logo declarando: "A deficiência nunca foi uma barreira para mim, muito pelo contrário; ando sempre com um sorriso no rosto e uma imensa vontade de viver". Raquel, que é apaixonada por literatura, escrita e música entre outros assuntos, neste blog quer mesmo é privilegiar a discussão sobre a inclusão e a luta pela acessibilidade e contra o preconceito.

Posts mais lidos
Categorias
Arquivo

Realização
Associação Abaporu
Desenvolvimento
MSZ Solutions
Comunicação
Mandarim Comunicação
Patrocínio
Itau

Allianz
Apoio
Ernst & Young
Prêmio
Empreendedor Social
Prêmio Empreendedor Social