Acidentes de trânsito: o que todo candidato precisa saber

São mais de 100 mortes/dia, 4 mortes/h ou 1 morte a cada 15 min. Artigo de especialista em segurança viária chama candidatos a incluir o tema em suas pautas prioritárias

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil/ ONSV  |  Autor: José Aurelio Ramalho*  |  Postado em: 02 de outubro de 2018

Brasil, terceiro país no mundo em mortes no trânsi

Brasil, terceiro país no mundo em mortes no trânsito

créditos: ONSV/ Divulgação

Será que algum candidato nestas eleições aceitaria responder, com propostas claras, às 10 perguntas relacionadas abaixo, onde a resposta é a mesma para todas elas?

1. Qual é uma das principais causas de morte e invalidez no país? 

2. Qual a principal causa de afastamentos no trabalho?

3. Qual a ocorrência que ocupa 60% dos leitos emergenciais nos hospitais?

4. Qual um dos principais geradores de gastos previdenciários?

5. O que gera 52 bilhões de reais em gastos públicos ao ano?

6. Qual um dos principais vilões da perda de produtividade no país?

7. O que mata uma pessoa a cada 15 minutos?

8. O que provoca seqüelas na ordem de uma pessoa por minuto?

9. O que mata mais do que a violência pública em 10 estados brasileiros?

10. O que precisa de menor investimento com maior retorno ao governo federal ?

A resposta é uma só: são os acidentes de trânsito....isso mesmo! O Brasil é o terceiro país com maior número de mortes em acidentes de trânsito no mundo (atrás apenas de Índia e China). 

Para se ter ideia da gravidade do problema, seguem abaixo algumas informações: 

1. Apenas em 2016, foram 37.345 mortes decorrentes de acidentes de trânsito, das quais mais de 80% eram homens. Fonte: Ministério da Saúde (2018) http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/tabcgi.exe?sim/cnv/ext10uf.def

2. Esse número corresponde a mais de 100 mortes por dia, 4 mortes por hora ou 1 morte a cada 15 minutos; 

3. Além da dor e sofrimento das vítimas e seus familiares, os acidentes de trânsito representam um custo social de mais de 50 bilhões de reais anualmente, de forma que o custo per capita que cada brasileiro paga anualmente por esse problema corresponde a R$ 250 – em alguns estados, pode chegar próximo aos R$ 500. Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária (2017) https://www.onsv.org.br/?s=PER+CAPITA 

4. O índice de mortes no trânsito por 100 mil habitantes no Brasil é 18. Países como Suécia, Noruega e Reino Unido apresentam taxas de menos 3 mortes no trânsito para cada grupo de 100 mil habitantes. Fonte: European Comission (2018) https://ec.europa.eu/transport/road_safety/sites/roadsafety/files/mapcare_fatal_2016.pdf 

5. Em 10 estados brasileiros (SP, MG, PR, SC, MT, MS, PI, RO, RR e TO) a violência no trânsito mata mais que a violência pública. Fonte: Observatório Nacional de Segurança Viária (2017) https://www.onsv.org.br/observatorio-afirma-violencia-no-transito-tambem-e-violencia-publica/ 

6. Os índices de mortes no trânsito do Brasil na atualidade correspondem aos índices dos Estados Unidos para a década de 1970 – um atraso de 40 anos. Fonte: Bastos, J. T. (2018) http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18144/tde-08042015-103747/pt-br.php 

Portanto, este Observatório considera que a sociedade necessita de amadurecimento em relação ao problema da falta de segurança no trânsito nas nossas ruas. Os candidatos e as candidatas devem contribuir para esse amadurecimento, e incluir o tema em suas pautas prioritárias. Afinal, a qualidade de vida dos cidadãos e cidadãs brasileiros deve ser o foco principal das políticas públicas adotadas por nossos representantes. 

*José Aurelio Ramalho é diretor-presidente do Observatório Nacional de Segurança Viária 

Leia também:
Ministério das Cidades assina acordo para redução de mortes no trânsito
Violência no trânsito em SP ganha painel de dados completo
Lombofaixa: dispositivo de sucesso, que pode desaparecer
Ciclistas do Recife ganham aplicativo colaborativo de rotas seguras
Trânsito violento, o maior desafio do ciclista em Niterói (RJ)

 

 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.