Ciclovias de Aracaju começam hoje (22) a ser recuperadas

Nesta manhã a Prefeitura deu início às obras na ciclovia da Avenida Beira Mar. Além dela, receberão ações de recuperação e melhoria outras cinco ciclovias da capital

Notícias
 

Fonte: Agência Aracaju de Notícias  |  Autor: Mobilize/ Portal da Prefeitura  |  Postado em: 22 de agosto de 2019

Ciclovias recebem obras de recuperação em Aracaju

Ciclovias recebem obras de recuperação em Aracaju

créditos: Ana Lícia Menezes/ PMA

Teve início na manhã desta quinta-feira (22) o projeto de recuperação das ciclovias de Aracaju. O prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) acompanhou o início dos trabalhos, que teve como ponto de partida intervenções na ciclovia da Avenida Beira Mar (atual Avenida Paulo Barreto de Menezes), na zona sul, local com grande fluxo diário de ciclistas na capital sergipana.  

 

O Plano de Recuperação das Ciclovias foi anunciado pelo prefeito Edvaldo Nogueira no início desta semana, e contemplará, além da ciclovia da Beira Mar, os corredores José Carlos Silva, Presidente Tancredo Neves, Marechal Rondon e Coelho e Campos. 

 

As obras estão orçadas em aproximadamente R$ 100 mil, e serão feitas com recursos próprios da administração municipal no período de três meses.

 

Prefeito acompanha o início dos trabalhos em ciclovias. Foto: Ana Lícia Menezes/ PMA

 

Em todos os pontos onde houver problemas, a gestão, através da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), fará o corte e demolição do piso danificado, compactação do material da base e a colocação de um novo piso cimentado desempolado. Quanto à sinalização, serão instaladas placas (sinalização vertical) e pintura das setas, eixos e bordas (sinalização horizontal).

 

A ciclista Bruna Alves verificou de perto o início das intervenções na avenida Beira Mar e elogiou a iniciativa. “É uma ação muito importante porque esta ciclovia está bem danificada. Ando de skate também por aqui e prefiro utilizar a área do pedestre para me precaver. Com essa obra acredito que vai melhorar muito. Vamos poder usar a ciclovia com segurança, tranquilamente. Amo essa ciclovia”, enfatizou.

 

Segunda etapa

O prefeito informou ainda que a gestão municipal já busca recursos para que outra etapa do projeto seja executada: o de interligação das ciclovias.

 

“É uma outra grande necessidade, mas como não temos condições de realizar com recursos próprios, estamos correndo atrás. Temos muitas ciclovias na cidade que precisam se conectar para que o ciclista possa ter ainda mais segurança ao usá-las. Um exemplo é a ciclovia da Tancredo Neves que, ao chegar próximo ao terminal, a pista acaba e o ciclista precisa descer para encontrar outras ciclovias. O mesmo ocorre em outros pontos. Então, estamos buscando recursos para fazer essas interligações e poder tornar a mobilidade por bicicleta melhor em Aracaju”, salientou Edvaldo.

 

Segundo o superintendente da SMTT, Renato Teles, durante todo o período de execução da obra as áreas em recuperação estarão devidamente sinalizadas. “Vamos orientar com cavaletes para que os ciclistas possam ver. Causa um pouco de impacto porque não dá para concretar à medida que trocamos a placa. É uma questão técnica. Além disso, há um zelo com os recursos que estão sendo investidos, então estamos buscando otimizar os trabalhos sem que haja desperdícios”, acrescentou.

 

Leia também:
Assinado o plano de mobilidade urbana de Aracaju
Aracaju ainda está longe de ser uma cidade caminhável e acessível
Malha cicloviária de Aracaju tem 60% das vias em más condições
Ciclovias em Aracaju deixam ciclistas à mercê do trânsito
Ciclovias dão segurança, dizem ciclistas, mas falta manutenção


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.