Como está o Plano de Mobilidade em sua cidade?

Leia o Editorial da Newsletter semanal de número 150 do Mobilize Brasil

Notícias
 

Fonte: Mobilize Brasil  |  Autor: Marcos de Sousa  |  Postado em: 09 de março de 2015


Se você está acompanhando a elaboração do Plano Diretor de Mobilidade em seu município, mande informações para a equipe do Mobilize. Queremos fazer um levantamento nacional sobre esse trabalho e contamos com a sua ajuda!


Daqui a quatro semanas termina o prazo previsto na Política Nacional de Mobilidade (Lei 12587/2012) para que os municípios com mais de 20 mil habitantes preparem planos de mobilidade urbana. Na prática, as prefeituras que não tiverem planos detalhados, não poderão obter recursos federais para seus projetos de transportes urbanos.


Semana passada a equipe do Mobilize procurou saber como estavam os planos em algumas capitais e cidades importantes, mas só conseguimos informações de Florianópolis, Salvador, Teresina, Rio de Janeiro, São José dos Campos, São Paulo e Distrito Federal.


Nesse meio tempo, recebemos a colaboração de alguns parceiros, como o cicloativista Keyce Jhones, de Manaus, que enviou um longo manifesto sobre o plano de mobilidade da capital do Amazonas.


Agora, nas próximas semanas, queremos levantar (e divulgar) dados sobre os planos de outras cidades do país. Se você sabe como anda o plano de mobilidade em seu município, por favor encaminhe links, documentos ou contatos para o email mobilize@mobilize.org.br. Queremos fechar esse levantamento até o dia 13 de abril, quando, formalmente, a exigência do plano passa a vigorar.


Mobilidade urbana sustentável se faz com transportes sobre trilhos, ônibus, barcas, escadas, elevadores, calçadas e ciclovias, além do carro, desde que usado com parcimônia. Mas é inegável que a bicicleta se tornou uma espécie de ícone da mudança desejável no ambiente urbano: elas são leves, silenciosas, ocupam pouco espaço e podem conviver bem com os pedestres e cadeirantes.


Exatamente por isso, prefeitos, secretários, pesquisadores e milhares de ativistas se reuniram no Fórum Mundial da Bicicleta em Medellín, Colômbia, para discutir o futuro desse modo de transporte, que ganha força em todos as ruas do planeta, como mostra o estudo "Pedalando na Cidade", do publicitário Douglas Ribeiro.


Ainda sobre duas rodas destacamos o artigo e o frenético vídeo preparados pelo jornalista Du Dias, que fez uma expedição oeste-leste para testar o sistema cicloviário de São Paulo. A rede continua a crescer, mesmo que aos trancos e barrancos, e já se fala em uma meta de 1.000 km na capital paulista.


Em outra frente, fomos conhecer a fábrica de veículos leves sobre trilhos recém-imaugurada em Taubaté-SP para atender aos novos projetos de transportes do país, em especial no Rio de Janeiro e Goiânia, além de demandas de outros países da América Latina. A indústria do grupo Alstom poderá produzir até 10 veículos por mês a partir do segundo semestre.


Com mais essa indústria, o Brasil ganha um reforço em seu parque fabril de mobilidade, muito marcado pela prevalência dos ônibus, como revela o trabalho preparado pelo técnico Roberto Lobo, do Via Trolebus sobre os oito maiores sistemas de transportes do Brasil: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador, Recife, Belo Horizonte, Fortaleza e Brasília.


Já curtiu o Mobilize?

Por fim, nesta semana comemoramos 15.000 curtidas em nossa página no facebook e chegamos à edição 150 de nossa newsletter. 




O Mobilize Brasil - é sempre bom lembrar - nasceu em 2011 para difundir informações e desenvolver estudos sobre mobilidade urbana sustentável. O portal foi criado por iniciativa do especialista Ricky Ribeiro, hoje imobilizado em seu quarto-escritório em função de um mal neurológico, a esclerose lateral amiotrófica. Apesar da doença, Ricky segue ativo e inteiramente dedicado à consolidação do portal. Vamos com ele, que o homem é uma potência!

PS.: Se você gosta de nossa newsletter e quer recuperar alguma edição antiga, acesse o link www.mobilize.org.br/Newsletter onde guardamos uma coleção completa. De certa forma, é também uma história da evolução da mobilidade urbana no Brasil nos últimos quatro anos.



  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário