O que a mobilidade urbana significa para você? TV Brasil lança a pergunta

Para lembrar o Dia Mundial sem Carro, celebrado dia 22 de setembro, a TV Brasil prepara o documentário Ir e Vir. E desde já convida o público a participar de um vídeo

Notícias
 

Fonte: EBC  |  Autor: TV Brasil  |  Postado em: 27 de agosto de 2015

O que a mobilidade urbana significa para você?

O que a mobilidade urbana significa para você?

créditos: Igor Schutz / Flickr

 

O ponto de partida do programa será o conto A Autoestrada do Sul, do escritor argentino Julio Cortázar. O texto narra as impressões de um motorista, em seu carro, diante de um engarrafamento interminável. Trechos dessa história costuram o documentário e desenham situações de imobilidade registradas, diariamente, em diversas cidades brasileiras.

 

Entrevistas com especialistas em mobilidade urbana também conduzem o documentário, analisando conceitos e soluções desenvolvidos no Brasil e no exterior para garantir o direito de ir e vir nas grandes metrópoles e a acessibilidade urbana nesse contexto.

 

Antes de o documentário chegar à TV, no entanto, os entrevistados participantes do projeto lançam um desafio para o público nas redes sociais. Em vídeos, eles convidam os internautas a refletirem sobre o tema e a responderem algumas das perguntas. Confira e participe!

 

Iremos abandonar o automóvel em favor do transporte público?

Carlos Henrique de Carvalho é engenheiro e técnico de planejamento e pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo ele, o primeiro passo para melhoria da mobilidade urbana é priorizar o transporte público no Brasil. Ao mesmo tempo, a sociedade precisa estar disposta a usar menos o transporte individual motorizado. O engenheiro questiona: "o brasileiro está pronto para deixar o automóvel de lado no seu dia a dia?"

 

 

Como iremos nos locomover na cidade do futuro?

Fabiana Izaga, professora Adjunta na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), pondera que os jovens precisam pensar na mobilidade do futuro. Ela acredita que é necessário iniciar um diálogo sobre o tema a fim de construir uma cidade melhor para as próximas gerações.

A professora convida a todos para filmarem o trajeto que fazem diariamente com o objetivo de mapear os problemas que cada um enfrenta em seu deslocamento de rotina. Os vídeos podem ser enviados para a TV Brasil, por meio do e-mail: [email protected].

 

 

Vale diminuir a velocidade para tornar a cidade mais amigável?

O professor adjunto na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) Victor Andrade, lembra que a violência no trânsito é outro problema atual ao se discutir mobilidade. O especialista destaca, ainda, que trânsito afeta diretamente o pedestre e a caminhabilidade.

 

 

As calçadas são adequadas para os pedestres?

Luisa Bogossian é mestre em Urbanismo pelo programa de pós- graduação no tema da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). No centro do Rio de Janeiro, Bogossian questiona se o pedestre avalia as calçadas que usa e reflete se elas são apropriadas para a locomoção.

 

 

Os internautas que querem participar da semana da mobilidade urbana da EBC podem responder às questões levantadas enviando um vídeo curto de 1 a 2 minutos gravado pelo celular ou por qualquer outro dispositivo móvel para a TV Brasil pelo e-mail: [email protected].

 

Leia também:

Mobilize lança Campanha Parceiro Contribuinte 2015-2016

Atropelamento é o que mais mata no trânsito de Salvador

Ação de trânsito seguro leva "clowns" a semáforos de 10 cidades de SP

Maioria de leitores apoia redução de velocidade do trânsito


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário