Motociclistas puxam redução no número de ocorrências fatais no trânsito de Campo Grande (MS)

Número de motociclistas que morreram no trânsito de Campo Grande caiu 32%, passando de 68 casos para 46, na comparação entre os meses de janeiro a outubro de 2014 e 2015

Notícias
 

Fonte: Campo Grande News  |  Autor: Michel Faustino  |  Postado em: 27 de outubro de 2015

Motociclistas continuam liderando em número de vít

Motociclistas continuam liderando em número de vítimas

créditos: Marcos Ermínio

 

O número de motociclistas que morreram no trânsito de Campo Grande caiu 32%, passando de 68 casos para 46, na comparação entre os meses de janeiro a outubro de 2014 e 2015. É a primeira queda desde 2010, de acordo com informações do GGIT (Gabinete Gestão Integrada de Trânsito). No geral, o saldo também é positivo, com redução de 25% de mortes no trânsito no período citado. Caiu de 95 para 71 vítimas fatais.

 

Neste ano,o mês de setembro foi o que mais registrou mortes no trânsito na Capital. Foram registrados 15 óbitos. Desses, dez foram de motociclistas, dois ciclistas, dois condutores e um pedestre. Janeiro e fevereiro tiveram, cada um, seis vítimas da violência no trânsito. No primeiro mês do ano foram quatro motociclistas, um pedestre e um condutor. No seguinte, três motociclistas, um ciclista, um pedestre e um condutor.
Março teve cinco vítimas, todas elas pilotavam motos. Em abril foram quatro mortos, sendo três motociclistas e um pedestre.

 

Ano passado, foram 98 vítimas acidentes com mortes no trânsito tendo uma queda em torno de 8% em relação a 2013, que foram 106 óbitos.

 

Leia também:

Ciclistas de Campo Grande (MS) estão preocupados com qualidade de ciclovias

Câmara de Vereadores de Dourados (MS) aprova projeto que incentiva o uso da bicicleta

Em Três Lagoas (MS), ciclista que desrespeitar as leis de trânsito terá bicicleta apreendida


 


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Enquetes
Enquete Você deixaria o carro em casa, e até o transporte público, se as calçadas de sua cidade fossem melhores para caminhar?