Quanto tempo você leva até a escola, o emprego, o centro de saúde?

Ipea e Idtp mapeiam acesso ao trabalho e serviços públicos por transporte público, a pé e de bicicleta. Nas vinte cidades analisadas, desigualdades sociais são evidentes

Notícias
 

Fonte: Itdp  |  Autor: Ipea/Itdp  |  Postado em: 17 de janeiro de 2020

Página interativa do relatório: oportunidade de ed

Página interativa do relatório: oportunidade de educação

créditos: Reprodução Itdp/Ipea

O Itdp Brasil e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) lançaram ontem (16), no Rio de Janeiro, o "Projeto Acesso a Oportunidades", que tem o objetivo de mapear as condições de acessibilidade urbana nas cidades mais populosas do país em 2019. O diagnóstico analisa quantos equipamentos de saúde, oportunidades de trabalho e unidades de educação a população consegue acessar em 15, 30, 45, 60 e 120 minutos.

 

O primeiro estudo do projeto agora divulgado apresenta resultados por modos ativos (a pé e bicicleta) para as 20 maiores cidades do Brasil, e por transporte público para as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, Fortaleza, Porto Alegre e Curitiba.

 


Capa do primeiro relatório do projeto

 

O relatório - um texto aberto para discussão - apresenta os dados elaborados para o ano de 2019, que verificaram um grande nível desigualdade de acesso as oportunidades em vista da concentração de equipamentos e serviços nas áreas centrais das cidades e vazios de oportunidades nas áreas mais periféricas, que são reflexo dos processos históricos de desenvolvimento urbano no Brasil.

 

Os dados de acesso para as 20 cidades pesquisadas encontram-se disponíveis na plataforma interativa elaborada pelo IPEA. Acesse em www.ipea.gov.br/acessooportunidades/mapa/


Leia também:
Como aumentar o uso da bicicleta nas cidades brasileiras?
Mobilidade Urbana 2ª Edição - Sips/Ipea
Plataforma Mobilidados dá acesso a indicadores de mobilidade urbana
ITDP lança guia para cidades "cicloinclusivas"


  • Compartilhe:
  • Share on Google+

Comentários

Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro!!!

Clique aqui e deixe seu comentário

Mais lidas


  • Nenhuma notícia encontrada.